Monthly Archive for January, 2010

A mesma dieta mas com uma mentalidade diferente

sangue-suor-lagrimas

Bom, depois de passar a semana passada fazendo alguns testes a dieta começou pra valer nesta semana.

Desta vez eu vou encarar de uma maneira bem diferente do que das outras vezes, antes eu tentava botar na minha cabeça que a dieta tinha que ser uma coisa saborosa e você tinha que ter prazer na hora de fazer os exercícios.

Desta vez será completamente diferente, eu vou encarar como se fosse uma obrigação. Sabe quando você tem aquele trabalho que é muito chato, e você não tem nenhum interesse mas precisa deste emprego pois necessita do dinheiro?

Pois é, é assim que eu vou encarar a minha dieta e exercícios. Na dieta, as vezes eu não vou estar contente com a quantidade de comida, mas fazer o que? Isto faz parte de uma dieta, é verdade que tem uma parte boa em que você vai descobrir alimentos e pratos interessantes.

Porém como é que você vai gostar completamente de uma alimentação, onde te priva de alguns alimentos que você adora, pois não pode comê-los por causa que você precisa melhorar a sua saúde?

Eu sei que o ser humano pode se adaptar a qualquer tipo de circunstância, com a dieta não é diferente, mas dizer que logo no começo você vai se adaptar a uma nova alimentação é também fora da realidade.

Por isso, todas as vezes que eu estiver insatisfeito com alguma coisa da minha nova realidade, eu vou pensar no meu maior objetivo que é a minha saúde.

É como eu disse lá no começo, vai ser como aquele trabalho em que você não gosta mas sabe que se continuar, você vai conseguir cumprir o seu objetivo, seja lá qual for.

Por que eu sei que depois de um tempo eu vou estar completamente adaptado a minha nova realidade, mas quando isto vai acontecer? Acredito que nem deus sabe, mas isso eu vou deixar para descobrir depois.

Frases e Poemas na Web - Um pouco de cultura todo dia.

Circuito de exercícios para iniciantes

Eu não cheguei a experimentar este circuito, mas se você quer começar a fazer exercícios e não tem a mínima ideia do que fazer, esta pode ser uma boa alternativa.

No vídeo abaixo você vai encontrar uma série completa com 10 minutos para iniciantes. Quem fizer e gostar (ou não) deixe algum comentário no post.

Link love #1 – Links interessantes sobre saúde e dietas

link-love-1Imagem Robert Proksa

Diferentemente sobre os grandes sites e portais sobre saúde, o Blog da Dieta não tem o lucro como o principal foco.

O nosso objetivo principal é divulgar notícias interessantes que possam te ajudar na sua dieta e/ou saúde.

Por isso, toda sexta-feira eu decidi criar o link love, que vai tentar divulgar outras matérias com notícias interessantes de outros sites e blogs.

Os links seguem abaixo:

Pesquisadores acham pistas sobre o que faz as pessoas comerem mesmo depois de satisfeitas

Saiba como contornar aquela escapadinha na dieta

Saiba qual é a ingestão ideal de cada adoçante

Conheça um pouco mais sobre os benefícios dos exercícios

Teste o seu conhecimento sobre calorias

Se você tem um blog e escreveu alguma coisa que acha que seria interessante clique aqui e envie o link, no campo assunto escreva link love, assim fica mais fácil de selecionar. Vale destacar que a matéria deve ser original ou deve ser a sua opinião pessoal sobre algum tema relacionado a saúde. Caso você não tenha um blog mas quer contribuir, é só enviar um link de alguma matéria interessante que você achou na net.

Qual é o melhor tipo de dieta?

balança

Nos últimos anos muitas dietas foram criadas e proclamadas como sendo uma melhor do que as outras. Dieta do DNA, USP, sopa, pontos e etc.

Um estudo publicado no New England Journal of Medicine, aponta que na verdade não existe uma dieta melhor do que a outra e no final das contas, o que conta mesmo é o número de calorias que você esta consumindo.

Este estudo contou com 811 pessoas obesas que foram supervisionadas por 2 anos. Para este grupo, foram selecionadas 4 tipos de dieta onde o consumo de gordura, proteína e carboidrato foram controlados.

As dietas foram classificas de acordo com o consumo (baixo, médio e alto) de gordura e proteína:

  • Baixa gordura, proteína média: 20% de gordura, 15% de proteína, carboidrato 65%.
  • Baixa gordura, proteína alta: 20% de gordura, 25% de proteína, carboidrato 55%.
  • Alta gordura, proteína média de 40% de gordura, 15% de proteína, carboidrato 45%.
  • Alta gordura, proteína alta: 40% de gordura, 25% de proteína, carboidrato 35%.

Vale destacar que as dietas tinham alimentos similares e seguiam orientações de uma dieta saudável, ou seja, pobre em gordura saturada e colesterol e rica em fibras. Os participantes foram obrigados a frequentar sessões de aconselhamento em grupo e individual por dois anos, eles também receberam metas específicas para a sua ingestão calórica diária, e foram encorajados a fazerem exercícios (níveis moderados), como caminhada rápida, por ao menos 90 minutos por semana.

Quais foram os resultados?

Depois de seis meses, os participantes em geral perderam 6 kg em média. Isso foi cerca de 7% do seu peso inicial. Entretanto, a maioria começou a ganhar peso depois de doze meses. Ao final do estudo, depois de dois anos a perda média de peso foi de 4 kg, independentemente do teor de carboidrato, gordura ou proteína da sua dieta.

Curiosidades

  • A perda de peso do grupo que seguiu a dieta de 15% de proteína e de 25% de proteína foi semelhante.
  • A perda de peso do grupo que seguiu a dieta de 20% de gordura foi semelhante aos de 40% de gordura.
  • A perda de peso do grupo que seguiu a dieta de 65% de carboidratos foi semelhante à de 35% de carboidratos.
  • 14-15% dos participantes perderam pelo menos 10% do seu peso inicial durante os 2 anos.
  • Durante as sessões de aconselhamento as percepções de saciedade, fome e satisfação com a dieta foram semelhantes em todos os grupos.
  • Participação nas sessões de aconselhamento foi fortemente ligada à perda de peso.
  • Todas as dietas reduziram alguns fatores de risco, tais como a redução de triglicérides, colesterol (LDL), pressão arterial e aumento do colesterol HDL.
  • Em média os participantes reduziram suas cinturas entre 2,5 a 7,5 centimetros, até ao final do estudo.

Os resultados deste estudo indicam que se você seguir uma dieta de calorias reduzidas, a proporção de ingestão de gordura, proteína ou carboidrato parece ter pouca importância na perda de peso, desde que seja seguido algumas regras de uma dieta saudável como o baixo consumo de gordura saturada e colesterol e rica em fibras.

Outro resultado muito interessante deste estudo é que mostra como é difícil perder peso e manter o peso por um longo período. Todos participantes receberam aconselhamento e um programa nutricional, ainda assim conseguiram só perder em média 4 kg em dois anos.

Por isso, o mais importante é você seguir uma dieta na qual você possa se adequar o mais fácil possível, assim você terá maiores chances de obter sucesso e alcançar o seu objetivo.

Fonte: Diet Blog

Um exercício para as coxas e glúteos [bumbum]

Vendo o vídeo parece fácil, mas este exercício requer um certo tipo de resistência.

Se você não conseguir ficar na posição por 30 segundos, tente 15 ou mesmo 10 segundos.

Blog Widget by LinkWithin