Starbucks não quer mostrar a verdade

segunda-feira, junho 7th, 2010

Foto: menshealth

Este expresso do Starbucks equivale em calorias a 8 bolas e meia de sorvete!!!

Hoje eu li no site uol que a assessoria de imprensa do Starbucks Brasil, não divulga o conteúdo das calorias de seus cafés no Brasil pois dizem que tomar um café é um momento de indulgência!

Mas espera ai, desde quando tomar um café é um momento de indulgência? Talvez o correto seja dizer que tomar um café no Starbucks seja um momento de indulgência ou poderíamos utilizar aquele famoso termo para quem está de dieta e sai dos trilhos: “jacada”.

Mas como assim, tomar um café é dar uma jacada? É que para os mais desavisados, o Starbucks recebeu o “prêmio” do pior café expresso da América do Norte. O seu peppermint mocha chocolate branco com chantilly tem “apenas” 660 calorias! E não para por ai, esse “frankeincafé” tem 22 gramas de gordura e 95 gramas de açúcar.

Para você ter uma ideia da quantidade de açúcar que tem este café expresso, 95 gramas é equivalente a mais ou menos 27 colheres de chá de açúcar!!!

Portanto, agora você sabe do verdadeiro motivo do porque o Starbucks não quer divulgar a quantidade de calorias dos seus cafés.

O que me deixa ainda mais inconformado é que além de dizer uma mentira para não divulgar a quantidade de calorias de seus produtos, no site internacional eles disponibilizam estas informações, clique aqui para ver.

Se você não concorda com esta política do Starbucks em relação ao Brasil, mande um email reclamando para [email protected]

Acompanhe o Blog

Me siga no Twitter Receba as últimas notícias no seu email Assine o nosso RSS Visite o meu perfil no Orkut

Dieta da televisão

segunda-feira, junho 7th, 2010

Foto: origem desconhecida

Não chega a ser nenhuma surpresa que a maioria dos comercias sobre comida na tv são de produtos que não fazem nada bem a sua saúde, porém você já chegou a pensar como seria a sua dieta se você seguisse os “conselhos” da sua tv?

Um grupo de pesquisadores norte americanos fizeram uma pesquisa sobre os comerciais de comida no horário nobre e nas manhãs de sábado, onde predomina a programação infantil, foram coletados 84 horas de programação sobre o horário nobre e 12 horas para a programação infantil.

Ao fazerem uma dieta de 2000 calorias diárias somente com produtos que são anunciados na televisão, os pesquisadores chegaram a conclusão que se você consumisse essa dieta, você estaria comendo 20 vezes a mais a quantidade de gordura do que o recomendado!

E se isso não bastasse, fica ainda pior se analisarmos a quantidade de açúcar, que chega a ser 25 vezes, isso significa que em um único dia você estaria comendo a quantidade de açúcar recomendada para 1 mês! Além do mais, esta dieta iria te proporcionar menos da metade do que é recomendado de frutas, verduras e de leites e derivados.

Outro fato interessante é que enquanto o departamento de agricultura americano, gasta 268 milhões de dólares para promover a pirâmide alimentar e um estilo de vida mais saudável, quantia que aparentemente seria considerada interessante, a indústria de alimentos gasta cerca de 11,3 bilhões de dólares para promover os seus produtos.

Vale destacar que durante o estudo, 775 alimentos que tiveram as suas propagandas veiculadas não continham quantidades adequadas dos 12 principais nutrientes, entre eles, cálcio, potássio, fibras e etc. Porém estes produtos eram ricos em gordura, açúcar e sódio, isto quer dizer que estes produtos podem incrementar as suas chances de desenvolver problemas no coração, diabetes e avc (acidente vascular cerebral).

Não é a toa que os especialistas consideraram que a televisão é um “ambiente tóxico”, devido a influência que ela mantém sobre o nosso comportamento.

Vale a pena refletir

Estudos têm mostrado, por exemplo, que as campanhas de educação do passado que foram projetadas para informar o público sobre os riscos cardíacos associados com dietas ricas em colesterol e gordura e encorajar os consumidores a escolher versões de baixo teor de gordura dos alimentos não foram bem sucedidos em conseguir que as pessoas mudem seus hábitos alimentares. Mas quando os fabricantes começaram a veicular a publicidade dos seus produtos diet ou light na TV, o consumo destes produtos aumentaram.

Fonte: Time

Blog Widget by LinkWithin

Acompanhe o Blog

Me siga no Twitter Receba as últimas notícias no seu email Assine o nosso RSS Visite o meu perfil no Orkut
SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline