A perfeitinha – Por Arnaldo Jabor

Imagem origem desconhecida

mulher-sexy-perfeita-arnaldo-jabor

Este foi um texto enviado pela Katia Regina que eu tirei da comunidade do Blog da Dieta no google grupos, eu achei bem interessante pois reflete um pouco sobre a busca incessante pelo par perfeito, em termos de beleza e corpo somente,  mas também pode refletir para aquelas pessoas que estão obcecadas e focadas somente em obter um corpo perfeito.

Não quero com isso dizer que todos nós devemos abandonar as nossas dietas e aceitar que se estamos acima do peso é porque o destino quis e não podemos fazer nada, mas é só uma demonstração que a busca pelo corpo perfeito não deve ser a razão pela qual você deve começar uma reeducação alimentar ou dieta.

A perfeitinha – Por Arnaldo Jabor

Tenho horror a mulher perfeitinha.
Sabe aquele tipo que faz escova toda manhã, tá sempre na moda e é tão sorridente que parece garota-propaganda de processo de clareamento dentário?
E, só pra piorar, tem a bunda dura?

Pois então, mulheres assim são um porre.
Pior: são brochantes.

Sou louco?
Então tá, mas posso provar a minha tese.

Quer ver?

a) Escova toda manhã:

A fulana acorda as seis da matina pra deixar o cabelo parecido com o da Patrícia de Sabrit.
Perde momentos imprescindíveis de rolamento na cama, encochamento do namorado, pegação… pra encaixar-se no padrão ‘Alisabel’, que é legal, porque todas as amigas têm o cabelo igual…
Burra.

b) Na moda:

Estilo pessoal pra ela, é o que aparece nos anúncios da Elle do mês.
Você vê-la de shortinho, camiseta surrada e cabelo preso?
JAMAIS!
O que indica uma coisa:
Ela não vai querer ficar desarrumada nem enquanto estiver transando.

c) Sorriso incessante:

Ela mora na vila dos Smurfs?

Tá fazendo treinamento pra Hebe?
Sou antipático com orgulho, só sorrio para quem provoca meu sorriso

Não gostou?
Problema seu.

Isso se chama autenticidade, meu caro.
Coisa que, pra perfeitinha, não existe.
Aliás, ela nem sabe o que a palavra significa…
Coitada.

d) Bunda dura:

As muito gostosas são muito chatas.
Pra manter aquele corpão, comem alface e tomam isotônico (isso quando não enfiam o dedo na garganta pra se livrar das 2 calorias que ingeriram), portanto não vão acompanhá-lo nos pasteizinhos nem na porção de bolinho de arroz do sabadão.
Bebida dá barriga e ela tem H-O-R-R-O-R a qualquer carninha saindo da calça de cintura tão baixa que o cós acaba onde começa a pornografia: nada de tomar um bom vinho com você.

Cerveja? Esquece!

Legal mesmo é mulher de verdade !!!

E daí se ela tem celulite?
O senso de humor compensa.

Pode ter uns quilinhos a mais, mas é uma ótima companheira.
Pode até ser meio mal-educada às vezes, mas adora sexo.

Porque celulite, gordurinhas e desorganização têm solução (e, às vezes, nem chegam a ser um problema).

Mas ainda não criaram um remédio pra futilidade.

E não se esqueça…

‘Mulher bonita demais e melancia grande, ninguém come sozinho!!!’
___________________________________________________________________________

Vale acrescentar que este texto poderia ser escrito por uma mulher em relação aos homens, porque hoje em dia não existe mais só mulheres que queiram ser perfeitas.

Esta entrada foi publicada em Curiosidades e marcada com a tag , , , , , , , , , , , , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

14 respostas a A perfeitinha – Por Arnaldo Jabor

  1. marcia disse:

    Totalmente D+++++++++++++,com todas as dores e delicias de ser o que somos!!!Adoreiiiiiiii!!!

  2. Concordo plenamente com Arnaldo Jabor.

  3. jacqueline disse:

    adoro os textos dele!

  4. Renato disse:

    Olha que legal esse texto…..

  5. MARCIA disse:

    Meu Deus, sou psicóloga e nunca vi tanta frustração numa pessoa só.
    As pessoas que são incomodados por outras, são indicadas como sem objetivos, sem saber o que querem para sua vida.
    Estabeleça uma meta, uma conquista e foque intensamente onde quer chegar. Te garanto que essas pessoas que optaram por serem perfeitinhas não te incomodarão mais.
    A felicidade vem das nossas escolhas e a capacidade de assumí-las.
    Se a escolha for pela estética ou pelo enriquecimento cultural, não importa. O importante é conseguir SER FELIZ. Vai ser feliz…

    • Ricardo disse:

      Querida Marcia, acaba de fazer um comentario infeliz!
      Conseguiu analizar o perfil do Arnaldo com um texto? Parabens! onde fez essa facul de Psico ai?
      o Fato não é a frustração, mas o inconformismo com a futilidade que tem dominado por ai! as mulheres estao ficando lindas, e insuportaveis! Sim, deixam os homens babando, mas ao mesmo tempo nao conseguem mante-los junto ( a nao ser pelo sexo) pois sao mto chatas, sem conteudo e frescas! do que adianta? a escolha pela cultura ou pela beleza eh sim escolha de cada um, mas nao era disso que se tratava o texto!
      Vim só pra causar mesmo!
      Um beijo!
      PS: arrisco a dizer que tu é uma dessas patricinhas da UNIP!

  6. Nair disse:

    Gosto muito dos comentarios de Arnaldo Jabor.São muitíssimos intelgentes. Passei a conhecer atraves da CBN Diario de Florianópolis nas manhãs.Quero saber se o Senhor tem livros editados,me interesso por conteudos inteligentes e humorados alem de outros é claro. Obrigada pela atenção.Peço desculpas se não era este o meio correto para comunicação,mas no momento foi o viavel .Nair.Fpolis.SC.

  7. Esse é o Jabor que conheço, e admiro…
    Tô contigo e não abro.

  8. EVELINE disse:

    Algumas pessoas se incomodam somente com a verdade.Todo o resto, suportam, em nome de…
    De quê mesmo?
    Jabor, sempre coerente e certeiro.

  9. Rubélia macedo disse:

    Impossivél não apreciar as coisas fantástica escritas po Jabor , no meu conceito e não perfeitinha um dos poucos homens da face da terra que consegue entender nós mulheres e o mais importante respeitar nossa direfenças se perder em momento algum seu senso de humor fantástico!

  10. Pingback: muito legal esse assunto! Adoro psicologia !

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>