Conheça 5 alimentos que ajudam na queima de gordura corporal de forma natural

quinta-feira, dezembro 4th, 2008

Imagem SXC

5-alimentos-que-ajudam-na-queima-de-gordura

Muita gente já conhece a nutrição funcional e a usa no seu dia-a-dia. Os alimentos considerados funcionais agem como remédios para alguns e veneno para outros, por isso a importância da análise com uma especialista antes.

Porém a nutricionista funcional Daniela Jobst separou cinco alimentos, praticamente sem contra indicação, que são verdadeiros “queimadores de gordura”. Veja abaixo como eles agem no seu organismo.

1 – Peras

“Lote sua fruteira de peras se quer perder peso”, é o que dizem estudos feitos na Universidade do Rio de Janeiro. No estudo, que foi publicado na revista Nutrition (EUA), mulheres que comeram três peras por dia, ingeriram menos que o total de calorias diárias permitidas, e perderam mais peso do que as que não comeram a fruta. Ricas em fibras, as peras ajudam a pessoa a sentir saciada, o que evita que a mesma coma demais nas refeições principais.

Como comer?

Uma pêra antes da refeição ajuda a amenizar a “fome de leão”, porém deixe a casca! A maior parte da fibra esta lá!

2 – Grapefruit ou Toranja

De acordo com pesquisadores da Scripps Clinic, na Califórnia, EUA a ingestão de meia toranja antes de cada refeição pode lhe ajudar a perder peso – até um quilo por semana- mesmo se você não mudar mais nada em sua dieta. Os autores do estudo dizem que um composto da fruta ajuda a regular a insulina, hormônio que armazena gordura.

Como comer?

Casca e polpa. Cortadas em pedaços, as adicione à salada de espinafres. É também bom acompanhamento para camarão ou simplesmente descascadas, cortadas em tiras.

3 – Amêndoas

Comer um punhado de amêndoas por dia, juntamente com uma dieta saudável, poderá ajudá-lo a secar gordura, sugere pesquisa publicada no International Journal of Obesity, EUA. Uma dieta-estudo pediu aos participantes que ingerissem amêndoas diariamente durante seis meses. O resultado: perderam 18% da sua gordura corporal. Os que seguiram uma dieta com a mesma quantidade de calorias e de proteínas, mas sem amêndoas, e com carboidratos complexos (como bolachas de trigo) perderam apenas 11%.

Como comer?

Ótimas para deixar na sua mesa para pequenos lanches ou picadas e adicionadas à iogurtes e/ou vitaminados.

4 – Chocolate

Quem resiste a um bom chocolate? O chocolate amargo – e outros alimentos ricos em antioxidantes – podem ajudar a evitar a acumulação de gordura nas células do corpo, precursor para doenças cardíacas e obesidade, segundo a nova pesquisa de Taiwan, publicada no Journal of Agriculture and Food Chemistry.

Como comer?

Derreta meia barra de chocolate escuro no microondas por 30 segundos e espalhe em frutas de sua preferência.

5 – Feijão branco

Eles são carregados de amido resistente, um poderoso queimador de gordura (meia xícara tem quase 10 gramas de amido resistente). Se você comer feijão branco com outros alimentos ricos em amido resistente, na mesma refeição, você pode queimar 25% mais gordura do que de outra forma, segundo pesquisadores da Universidade do Colorado, EUA.

Como comer?

Em saladas: com cebola, alho e azeite. Adicione duas latas de feijão escorrido, misture e sirva.

dra-daniela-jobst-nutricionista-funcional

Dra. Daniela Jobst é nutricionista e Pós Graduada em Nutrição Clínica Funcional e Bioquímica do Metabolismo pela VP/Consultoria Nutricional/Divisão de Ensino e Pesquisa, Especialista em Fisiologia do Exercício pela Escola Paulista de Medicina (UNIFESP), membro do Centro Brasileiro de Nutrição Funcional e do Instituto de Medicina Funcional dos EUA.
Atualmente atende em consultório particular em São Paulo.
Site: www.nutrijobst.com

Acompanhe o Blog

Me siga no Twitter Receba as últimas notícias no seu email Assine o nosso RSS Visite o meu perfil no Orkut

O que fazer e não fazer para continuar a sua rotina de exercícios

segunda-feira, dezembro 1st, 2008

Imagem SXC

bike-riding

Pare agora

Pare de comparar você com os outros. As vezes você nem sabe quanto tempo aquela pessoa passou se exercitando para atingir aquele belo corpo ou uma boa condição física. Sempre nos comparamos a pessoas que estão muito acima de nós e impor objetivos que são muito altos ou difíceis podem minar a sua força de vontade.

O que fazer

Cada ser humano é único e cada um tem o seu próprio ritmo. Uma pessoa que atinge uma boa ou excelente condição física mais rápido que você não quer dizer que ele(a) é melhor. Se você quiser fazer uma comparação, faça uma comparação com você mesmo. Compare, por exemplo, o ritmo do seu treinamento hoje com o de 30 dias atrás? Eu tenho certeza que você vai ver alguma melhora e isto vai te animar ou dar mais confiança de que você está no caminho certo.

Outros parâmetros para comparação podem ser:

  • Intensidade.
  • Tempo.
  • Número de repetições.

Pare agora

Não te ponha para baixo. Não use auto-críticas que vão te deixar de baixo astral ou fique com pensamentos negativos. Este tipo de atitude só tem um resultado, que é o de abandonar tudo o que você está fazendo e desqualificar os seus ganhos.

O que fazer

Pense positivo. Ao acordar ponha eu sua cabeça que hoje será um grande dia para realizar alguma coisa com perfeição ou para melhorar algo em sua vida. Não encare os exercícios como mais uma rotina, mas como algo que faz parte de tua vida como tomar banho, ir ao trabalho, comer e etc. Não pense que isto será uma tarefa fácil mas se você treinar todos os dias a pensar positivo você vai dar um grande salto para atingir os seus objetivos.

Outros exemplos de pensamentos positivos:

  • Hoje eu vou curtir o meu dia.
  • Não vou ligar para as críticas negativas.
  • Eu acredito em mim.
  • Hoje eu vou dar o melhor de mim nos exercícios.
Blog Widget by LinkWithin

Acompanhe o Blog

Me siga no Twitter Receba as últimas notícias no seu email Assine o nosso RSS Visite o meu perfil no Orkut
SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline