Campanha Desafio Blog da Dieta – Novos participantes #5

terça-feira, agosto 11th, 2009

Selo-final-participacao

Em primeiro lugar eu quero pedir desculpas aos novos participantes pois eu deveria ter feito este post na semana passada,mas eu tive sérios problemas com o computador, na verdade ainda estou tendo mas pelo menos agora eu consigo acessar o meu email sem que o computador trave a cada 2 minutos!

Quanto a minha dieta eu decidi voltar nesta semana, por enquanto está tranquilo mas é sempre assim no começo né?  Espero que eu consiga entrar no ritmo, quanto a série minimize me eu vou voltar a gravar mas provavelmente em um estilo um pouco diferente, conto com o feedback de vocês para saber se vai estar legal ou não.

Agora, eu gostaria de introduzir os novos participantes do desafio Blog da Dieta.

Lúcia Salles – O blog dela é mais voltado para os seus amigos pessoais, por isso ela me pediu para não divulgar o link, porém ela mandou um texto bem legal que eu vou compartilhar com vocês,

Prazer, Lúcia, 19 anos distribuídos em 1,65 m. de altura e 63 kg. Como se nota, apesar de uns quilinhos a menos me caírem bem, meu caso não é tão difícil.

Quero perder 6 quilos, ou seja, chegar aos 57 kg. Mas o problema é que há uns dois anos e meio tento! Inventei dietas malucas; de como comer apenas legumes e carne branca, e isso dar certo durante três dias até que no quarto eu não aguento e como um pão (por necessidade de carboidratos) abandono o método, abandono qualquer vontade de emagrecer e caio em tentação. Tenho ansiedade por querer resultados rápidos e visíveis. O que não deu certo.

Agora serei diferente, não irei cortar algum grupo alimentar, apenas reeducar minha alimentação de acordo com as minhas reais necessidades. Não vou ser tão apressada. Também iniciei a academia.

Roberta PereiraEmagrecendo dia-a-dia

Taiany OliveiraReciclando a obesidade na alma

Desejo toda a sorte do mundo para elas e tenho certeza que elas podem conseguir atingir o seu objetivo.

De uma passadinha no blog delas, vale a pena e você ainda pode deixar uma mensagem de incentivo. Eu tenho certeza que elas vão gostar e muito.

Participe você também do Desafio Blog da Dieta e pegue o seu selo aqui.

Abraço a todos

Acompanhe o Blog

Me siga no Twitter Receba as últimas notícias no seu email Assine o nosso RSS Visite o meu perfil no Orkut

Russa perde 70kg em 18 meses

segunda-feira, agosto 10th, 2009

Essa é uma historia sensacional.

O nome dela é Svetlana, ela tem 34 anos e vive na Rússia.

Ela conseguiu perder 70 kg em 18 meses.

Em 2005, quando estava grávida, ela chegou a pesar quase 145 kg.

Em 2007, um amigo pediu uma foto dela, porém ela recusou pois tinha muita vergonha da sua aparência.

No mesmo dia ela decidiu que tinha que perder peso.

Ela fez um regime de frutas e de alimentos com baixo teor de gordura e caminhou cerca de 5 km todos os dias.

Com isso, ela conseguiu perder 17 kg no primeiro mês.

Depois que ela começou a frequentar uma academia.

Vejam as fotos.

8 de outubro, 2007. Peso 127 kg

01-Russa-perde-70kg-em-18-meses02-Russa-perde-70kg-em-18-meses

1 mês depois. Peso 107,2 kg (-19.6 kg)

03-Russa-perde-70kg-em-18-meses

Dezembro, 2007. Peso 97,9 kg (-28.9 kg)

04-Russa-perde-70kg-em-18-meses

Abril, 2008. Peso 82 kg (-44.8kg)

05-Russa-perde-70kg-em-18-meses

Julho, 2008. Peso 69.2 kg (-57.6)

06-Russa-perde-70kg-em-18-meses

Setembro, 2008. Peso 61,5 kg (-65.3)

07-Russa-perde-70kg-em-18-meses

Agosto, 2008. Peso 63.6 kg (-63.2 kg)

08-Russa-perde-70kg-em-18-meses

18 meses depois de começar a dieta.

Peso 56.7 kg (-70,1 kg)

09-Russa-perde-70kg-em-18-meses

Obrigado a Ro Morena por ter colocado o link lá no grupo do Blog da Dieta. Se você não conhece o nosso grupo dá uma passadinha lá.

Acompanhe o Blog

Me siga no Twitter Receba as últimas notícias no seu email Assine o nosso RSS Visite o meu perfil no Orkut

Propaganda anti-fumo

sexta-feira, agosto 7th, 2009

Está foto não seria uma ótima escolha para uma propaganda anti-fumo? Ai vai a dica para os publicitários.

propaganda-anti-fumo

Acompanhe o Blog

Me siga no Twitter Receba as últimas notícias no seu email Assine o nosso RSS Visite o meu perfil no Orkut

Dicas para um almoço saudável para as crianças

quinta-feira, agosto 6th, 2009

crianca-cozinhando

Se os seus filhos estão na escola, ou em casa de férias, as vezes é muito difícil chegar com alternativas saudáveis para o almoço das crianças dia após dia para mantê-los interessados.

Hoje todos estão muito ocupados e a última coisa que precisamos é de ter que cozinhar algo muito complicado para o almoço.

Mas o que o seu filho deve comer durante o almoço?

Algumas sugestões:

  • Proteínas para ajudá-los a ficarem despertos
  • Frutas e legumes para obtenção de vitaminas, minerais e fibras
  • Carboidratos complexos, liberação lenta de energia e fibra
  • Cálcio para o crescimento, ossos e dentes saudáveis

Se você tem dificuldades para fazer o almoço das crianças, aqui estão 5 sugestões simples:

Variar os pães

A maioria das crianças adoram variedade e surpresa, por isso, em vez de utilizar o mesmo pão todos os dias, escolha uma variedade entre pães de forma, pãezinhos, Pita, pão sírio, bolaça água e sal, etc.

Incentive seus filhos a comerem o pão integral, para se certificar que eles estão tendo abundância de fibras, vitaminas e antioxidantes.

Se seus filhos são muito jovens, tente cortar sanduíches em formas diferentes como por exemplo em forma de triângulo. É incrível como um sanduíche normal fica mais apelativo para as crianças só por ter uma forma diferente.

Fuja das carnes processadas

Ao invés de usar todos os dias carnes processadas, que não são muito saudáveis, utilize as sobras de carne a partir da noite anterior, como o frango assado ou carne. Como alternativa, você pode dar peixes ou ovos cozidos.

Você também pode pensar em preparar uma série de legumes picados com carne, um pouco de molho, e pode embrulhar em uma Pita ou pão sírio onde até as crianças podem embrulhar o próprio sanduíche. É óbvio que isto depende de seu filho, algumas crianças vão adorar esta ideia, outros não, principalmente se exige um grande esforço para fazer o sanduíche – brincar é muito mais importante!

Seja criativo com as saladas

Cozinhe um punhado de batatas ou macarrão e faça uma grande salada, misture com alguns legumes picados, carne magra como: frango, peru ou presunto e guarde na geladeira para um almoço rápido e fácil ao longo da semana. Então tudo que você precisa é uma salada verde, e almoço é preparado em um piscar de olhos.

Incentive os seus filhos a preparar o almoço com você

No fim de semana porque não passar algumas horas na cozinha com os seus filhos e fazer uma versão saudável de biscoito favorito dele? Esta é uma ótima maneira de deixá-los interessados no que eles estão comendo, e também para ensiná-los sobre escolhas alimentares saudáveis.

Cortar as bebidas açucaradas

Todos nós devemos cortar a carga de açúcar das bebidas, e os nossos filhos não são diferentes. Água, leite, cálcio ou leite de soja enriquecidos são as melhores escolhas para as crianças.

Se os seus filhos são resistentes a experimentar novos alimentos, pergunte a eles o que gostariam de comer na hora do almoço? Eu tenho certeza que você vai ter um monte de respostas interessantes!

Quais tipos de almoço os seus filhos preferem?

Acompanhe o Blog

Me siga no Twitter Receba as últimas notícias no seu email Assine o nosso RSS Visite o meu perfil no Orkut

Dieta do DNA – [nutrigenômica ou nutrigenética]

quarta-feira, agosto 5th, 2009

dieta-dna-nutrigenomica

Uma maçã por dia pode ser substituída por obscuros compostos moleculares e aminoácidos para afastar doenças, graças a um novo foco de investigação genética: a nutrigenômica ou popularmente conhecida como dieta do DNA.

A nutrigenômica olha o efeito da nutrição sobre as moleculas, ao nível genético. Esqueça a DDR (dose diária recomendada), as orientações gerais destinadas a toda a população. A nova pesquisa genética, em última instância, pode fornecer uma alimentação adaptada à sua composição genética.

A ciência há muito tempo se pergunta qual é a relação entre dieta e o metabolismo. Porque é que algumas pessoas têm uma dieta com alto teor de gordura porém não desenvolve uma doença cardíaca? Por que algumas pessoas com uma dieta moderada na quantidade de gordura, tem colesterol elevado?

Após os trabalhos do projeto genoma humano, os cientistas estarão equipados com as informações para responder a estas perguntas, e os resultados terão implicações fundamentais para a saúde.

Na realidade, o campo é tão promissor que a Universidade Rutgers criou uma posição de professor assistente de nutrigenômica. Dr. Mohammed Rafi atualmente desenvolve a criação de um laboratório de investigação e de uma equipe que irá analisar a dieta e o câncer.

Este é um projeto a longo prazo, mas alguns resultados de campo, serão explorados em um futuro próximo.

“Eu acredito que em cinco anos uma simples análise de sangue permitirá determinar se um indivíduo tem uma tendência a desenvolver doenças cardiovasculares”, disse Nancy Fogg-Johnson, da “Life Sciences Alliance”, que com o colega Alex Meroli, criou o termo nutrigenômica.

Dispositivos do tamanho de um celular já existem para a análise de DNA, que poderia ser utilizado para detectar se uma pessoa tem a susceptibilidade a doenças cardiovasculares.

Mais importante ainda, a nutrigenômica permitirá que esta informação poderá dizer quais alimentos têm um impacto positivo sobre a saúde de cada indivíduo, disse Fogg, Johnson.

A ideia é que os alimentos negativos, tais como gorduras saturadas, poderiam ser substituídos por aqueles que promovem um impacto positivo na redução do colesterol. Como comer aveia, em vez de um bife gorduroso, por exemplo.

Esta conclusão não necessita milhões de dólares para ser descoberta, mas a ciência ainda está no escuro sobre como os alimentos reagem com o corpo no nível molecular. A Nutrigenômica vai ligar os Holofotes.

Embora dietas e o DNA serão inicialmente relacionados de uma maneira ampla, a genética vai desempenhar um papel cada vez mais preciso na saúde preventiva.

Ainda vai levar um tempo, mas Fogg-Johnson diz que eventualmente a nutrigenômica será capaz de descobrir dietas que evitam ou retardam o aparecimento das doenças mais graves e generalizadas de hoje como o câncer ou doenças degenerativas como Alzheimer.

Clique aqui e veja o que a nutricionista Daniela Jobst pensa sobre a nutrigenômica.

Fonte: wired

Blog Widget by LinkWithin

Acompanhe o Blog

Me siga no Twitter Receba as últimas notícias no seu email Assine o nosso RSS Visite o meu perfil no Orkut
SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline