Archive for the ‘Nutrição’ Category

Page 3 of 13

Beber refrigerante todos os dias pode causar danos ao fígado

refrigerante-sucoImagem George Georgiades

Você que acha que beber refrigerantes todos os dias não faz mal a saúde, reveja os seus conceitos. Uma pesquisa feita em Israel detectou que o consumo de refrigerantes ou bebidas doces podem aumentar as suas chances de obter um fígado gorduroso.

O estudo foi feito com 2 grupos de voluntários que não tinham tendências a terem fígados gordurosos. No final, os resultados mostraram que 80% das pessoas que consumiam refrigerantes ou bebidas doces todos os dias, aumentaram a quantidade de gordura em seus fígados.

E se você pensa que ao tomar sucos naturais está livre deste problema, pode tirar o cavalinho da chuva, pois o fator que leva o fígado a ficar gorduroso não são os produtos químicos mas a quantidade de açúcar que estas bebidas contém. Os sucos de frutas frescas contém frutose que é absorvido pelo fígado e se transforma em gordura, por isso se você consumir grandes quantidades por um longo período pode ficar com cirrose hepática ou câncer de fígado.

A solução para quem quiser ganhar os benefícios dos nutrientes das frutas, segundo o Dr. Nimer Assy, responsável pela pesquisa, recomendou de comer o fruto. Ele citou como exemplo a laranja, que ao comer a fruta você estará também comendo as fibras e isto impedirá que o fígado absorva a frutose.

O Dr. Assy disse também que todos devem prestar muita atenção ao consumo de bebidas diet, pois elas contém aspartame e no caso dos refrigerantes de cola contém o corante caramelo e em ambos os casos isto pode gerar uma maior resistência a insulina e induzir ao fígado gordo.

Segundo o estudo, uma dieta saudável junto com exercícios físicos, reduzirá os riscos de você ter um fígado gorduroso.

Fonte: Mail Online

Frases e Poemas na Web - Um pouco de cultura todo dia.

Uma boa alimentação influência na qualidade do seu sono

sonoImagem Stephanie Hofschlaeger

Se você é uma das pessoas que sofre com a insônia ou as noites mal dormidas, saiba que a sua alimentação pode influenciar na melhoria do seu sono.

Há alimentos que ajudam o relaxamento, proporcionando melhor qualidade do sono. Entre eles, podemos destacar o alface, a maçã, o pepino, o salsão e as ervas como a camomila e a cidreira. Além disso, alimentos fonte de triptofano como carboidratos, encontrados na banana, podem ajudar a proporcionar noites bem dormidas, pois o triptofano participa da formação da melatonina, hormônio responsável pelo sono.

Uma dieta balanceada e individual, feita de acordo com o organismo de cada pessoa, aliada aos exercícios físicos, é a receita perfeita para noites bem dormidas.

Por outro lado, comer muito antes de deitar, principalmente alimentos refinados como arroz branco, farinhas brancas e pão branco, pode influenciar na má qualidade do sono devido sua alta absorção, pois promove o aumento dos níveis de insulina, acionando assim o metabolismo.

Quanto maior a refeição noturna, maior será o tempo de latência ao sono, pois a metabolização dos alimentos precisará ser maior devido à  dificuldade de digestão, levando à um retardo do sono devido ao alto metabolismo necessário para fazer a digestão e absorção dos alimentos ingeridos.

Dra. Daniela Jobst é nutricionista e Pós Graduada em Nutrição Clínica Funcional e Bioquímica do Metabolismo pela VP/Consultoria Nutricional/Divisão de Ensino e Pesquisa, Especialista em Fisiologia do Exercício pela Escola Paulista de Medicina (UNIFESP), membro do Centro Brasileiro de Nutrição Funcional e do Instituto de Medicina Funcional dos EUA.
Atualmente atende em consultório particular em São Paulo.
Site: www.nutrijobst.com

Nutrição funcional ajuda na prevenção e cura da depressão

depressaoImagem zweettooth

A depressão ao contrário do que muitas pessoas podem pensar, é uma doença muito freqüente, segundo a OMS – Organização Mundial de Saúde, cerca de 121 milhões de pessoas em todo o mundo é afetada por ela.

Uma das causas da depressão está diretamente ligada à alimentação do paciente, há evidências de que pessoas depressivas possuem níveis plasmáticos menores de ômega-3, em comparação a pessoas sadias.

Uma dieta rica em ômega-3 vindas do óleo de peixe de águas profundas e geladas como, atum, salmão, arenque, sardinha e a semente de linhaça, pode diminuir a probabilidade da pessoa ficar depressiva e até mesmo se suicidar. Por isso, a suplementação com ômega-3, tem sido usada cada vez mais em tratamentos de depressão, e o resultado é cada vez mais eficaz.

Além do óleo de peixe, o ômega-3 pode ser encontrado nas nozes, no agrião, no espinafre.
A combinação de uma dieta balanceada, acompanhamento psicológico e a prática de exercícios físicos pode ser a chave para a prevenção e até cura desta doença que atinge tantas pessoas.

Outro fator que está ligado ao quadro de depressão é o desequilíbrio intestinal. Isto mesmo, o intestino que não funciona bem interfere na produção correta dos neurotransmissores, que são responsáveis pelo equilíbrio do humor, depressão, e até mesmo da vontade de comer doces e carboidratos em geral.

A produção do neurotransmissor serotonina, responsável pelo bem estar e felicidade tem sua produção em torno de 80% intestinal, desta forma tratar e reequilibrar a flora intestinal é muito importante na depressão, podendo evitar a utilização de antidepressivos quando estiverem ainda no início.

Dra. Daniela Jobst é nutricionista e Pós Graduada em Nutrição Clínica Funcional e Bioquímica do Metabolismo pela VP/Consultoria Nutricional/Divisão de Ensino e Pesquisa, Especialista em Fisiologia do Exercício pela Escola Paulista de Medicina (UNIFESP), membro do Centro Brasileiro de Nutrição Funcional e do Instituto de Medicina Funcional dos EUA.
Atualmente atende em consultório particular em São Paulo.
Site: www.nutrijobst.com

Temperos funcionais: Incremente seu prato e contribua para saúde de todos na sua casa

Temperos FuncionaisImagem Greg Gladman

A alimentação funcional deixou de ser um tabu e passou a fazer parte da vida das pessoas que se preocupam cada vez mais com sua saúde e de sua família. Abaixo tem uma tabela que mostra quais benefícios alguns temperos podem trazer a sua saúde. Usados no seu dia-a-dia podem dar um sabor especial aos pratos além de fazer bem, que é o mais importante.

TEMPEROS PROPRIEDADES
SALSÃO Indicado para flatulência (gases) e diurético.
ALECRIM Estimulante, ativador da circulação sanguínea, antidepressivo e anti-séptico.
MANJERICÃO Sedativo, tônico, auxilia no tratamento da febre, infecções bacterianas e parasitas intestinais.
ALHO Melhora a circulação e purifica o sangue, e previne alguns tipos de câncer.
CANELA Ajuda na prevenção da osteoporose, sintomas da menopausa e controla a pressão sanguínea.
CEBOLA Antioxidante e digestiva.
COENTRO Auxilia no tratamento da ansiedade e como moderador de apetite.
ERVA-DOCE Combate tontura, náuseas, infecções intestinais e estomacais.
GENGIBRE Ajuda a tratar enjôos, combater infecções e prevenir doenças cardiovasculares.
HORTELÃ Estimulante. O pó da folha também é usado para combater parasitas intestinais.
LOURO Estimula o apetite e auxilia no tratamento da gripe.
ORÉGANO Antibacteriano, antibiótico, analgésico, sedativo. Auxilia na gripe e cólicas menstruais.
PIMENTAS Purificam o sangue, previnem doenças cardíacas e auxiliam no tratamento da obesidade.
SALSINHA Favorece o equilíbrio hormonal, alivia os sintomas da bronquite, asma, cólicas menstruais, e cistite, além de auxiliar no tratamento de cálculos e cólicas renais.

Se você preferir, clique aqui para baixar a tabela de temperos funcionais.

Dra. Daniela Jobst é nutricionista e Pós Graduada em Nutrição Clínica Funcional e Bioquímica do Metabolismo pela VP/Consultoria Nutricional/Divisão de Ensino e Pesquisa, Especialista em Fisiologia do Exercício pela Escola Paulista de Medicina (UNIFESP), membro do Centro Brasileiro de Nutrição Funcional e do Instituto de Medicina Funcional dos EUA.
Atualmente atende em consultório particular em São Paulo.
Site: www.nutrijobst.com

Saiba como suas unhas denunciam problemas de saúde

Imagem BiG Mr-BiG
unhas

Pessoas que leem a sorte, dizem ver o destino de uma pessoa pela leitura das linhas na palma da mão. Mas quando se trata de discernir o estado de saúde, virar a palma para baixo, pode ser mais esclarecedor.

As unhas podem revelar uma quantidade surpreendente de dados sobre a saúde de uma pessoa. Médicos especialistas dizem ver muitas informações conforme o estado geral das unhas e as alterações na forma e cor.

Pode ser o primeiro sinal ou o último de uma doença interna. Alterações pulmonares, pólipos nasais, anemia, síndrome inflamatória do intestino e doenças do fígado, podem provocar alterações nas unhas.

Em alguns casos, essas alterações podem levar as pessoas a procurar assistência médica, com expectativa de trazer à tona, condições não diagnosticadas anteriormente. Em outros, o estado das unhas de um paciente vai ajudar o médico esclarecer o que está em jogo.

A saúde das unhas, se não houver nenhuma doença mais séria no organismo, agradece se você seguir algumas dicas:

  • O enxofre é muito importante para a saúde das unhas, da pele e dos cabelos. 100gr de alho contem 70mg de enxofre.
  • Inserir oleaginosas como amêndoas, castanhas, nozes no seu cardápio, faz bem pra saúde da pele, unhas, cabelos, pois são ricos em ômegas 3, 6 e 9, que aumentam a saciedade e ricos em proteínas. Consuma de 3-4 unidades /dia. Cuidado são calóricas! O ideal é consumi-las combinadas com frutas, pois diminuem a absorção de açúcar.
  • Coloque na alimentação aveia, cevada, salsa, e etc que são ricas em silício (nutriente presente no colágeno, que é responsável pela estruturação das cartilagens, tecido etc.)
  • A linhaça fortalece unhas, dentes e ossos, além de tornar a pele mais saudável.
    As algas marinhas, por serem ricas em minerais, ajudam unhas fracas e quebradiças a crescerem, além de apagar manchas. A nori, alga utilizada na confecção de sushi, elimina bactérias.
  • O estresse faz o cabelo cair e as unhas ficarem fracas, pois está intimamente ligado a estimulação do sistema imune. Durante a fase de estresse podemos aumentar o consumo de alimentos relacionados ao controle da imunidade, uma vez que no estado de stress as pessoas têm queda da imunidade:
    1. Ômega 3: salmão, sardinha, atum, linhaça
    2. Zinco: açafrão, gengibre

Exemplos de problemas de saúde que aparecem nas unhas

A cor base da unha de indivíduos saudáveis deve ser rosa claro. As que são brancas ou esbranquiçadas podem sugerir anemia ou alguma doença hepática.

Unhas brancas com ponta escura pode ser um sinal de envelhecimento, mas também pode ser sinal de insuficiência cardíaca congestiva, diabetes ou doença hepática.

Problemas renais são suspeitos em condição conhecida como meia-e-meia haste, em que a parte inferior da unha é branca, mas uma parcela para a ponta da unha é rosa.

Unhas azuladas podem indicar falta de oxigênio, sinal de uma pessoa pode estar sofrendo do pulmão. Unhas verdes podem sugerir infecção por Pseudomonas aeruginosa, uma bactéria que é comum no meio ambiente. Problemas respiratórios – como pólipos nasais e sinusite crônica – podem desencadear a síndrome das unhas amarelas, considerada rara.

Unhas espessas, disformes e turvas são geralmente sinal de infecção por fungo. Quanto mais cedo forem tratadas, melhor. É difícil de tratar.

A preocupação deve ocorrer se alguém desenvolve uma nova pigmentação nas unhas, assim como um novo sinal sobre a pele. Neste caso é melhor procurar um dermatologista para ver se é um melanoma ou se é apenas uma batida

Se notar uma mudança nas suas unhas, é razoável que vá verificá-la, mas não se preocupe sobre isso. Há muitas coisas que acontecem nas unhas que não têm nada a ver com quaisquer condições citadas no texto.

Dra. Daniela Jobst é nutricionista e Pós Graduada em Nutrição Clínica Funcional e Bioquímica do Metabolismo pela VP/Consultoria Nutricional/Divisão de Ensino e Pesquisa, Especialista em Fisiologia do Exercício pela Escola Paulista de Medicina (UNIFESP), membro do Centro Brasileiro de Nutrição Funcional e do Instituto de Medicina Funcional dos EUA.
Atualmente atende em consultório particular em São Paulo.
Site: www.nutrijobst.com
Blog Widget by LinkWithin