Qual é o melhor tipo de dieta?

Qual é o melhor tipo de dieta?

balança

Nos últimos anos muitas dietas foram criadas e proclamadas como sendo uma melhor do que as outras. Dieta do DNA, USP, sopa, pontos e etc.

Um estudo publicado no New England Journal of Medicine, aponta que na verdade não existe uma dieta melhor do que a outra e no final das contas, o que conta mesmo é o número de calorias que você esta consumindo.

Este estudo contou com 811 pessoas obesas que foram supervisionadas por 2 anos. Para este grupo, foram selecionadas 4 tipos de dieta onde o consumo de gordura, proteína e carboidrato foram controlados.

As dietas foram classificas de acordo com o consumo (baixo, médio e alto) de gordura e proteína:

  • Baixa gordura, proteína média: 20% de gordura, 15% de proteína, carboidrato 65%.
  • Baixa gordura, proteína alta: 20% de gordura, 25% de proteína, carboidrato 55%.
  • Alta gordura, proteína média de 40% de gordura, 15% de proteína, carboidrato 45%.
  • Alta gordura, proteína alta: 40% de gordura, 25% de proteína, carboidrato 35%.

Vale destacar que as dietas tinham alimentos similares e seguiam orientações de uma dieta saudável, ou seja, pobre em gordura saturada e colesterol e rica em fibras. Os participantes foram obrigados a frequentar sessões de aconselhamento em grupo e individual por dois anos, eles também receberam metas específicas para a sua ingestão calórica diária, e foram encorajados a fazerem exercícios (níveis moderados), como caminhada rápida, por ao menos 90 minutos por semana.

Quais foram os resultados?

Depois de seis meses, os participantes em geral perderam 6 kg em média. Isso foi cerca de 7% do seu peso inicial. Entretanto, a maioria começou a ganhar peso depois de doze meses. Ao final do estudo, depois de dois anos a perda média de peso foi de 4 kg, independentemente do teor de carboidrato, gordura ou proteína da sua dieta.

Curiosidades

  • A perda de peso do grupo que seguiu a dieta de 15% de proteína e de 25% de proteína foi semelhante.
  • A perda de peso do grupo que seguiu a dieta de 20% de gordura foi semelhante aos de 40% de gordura.
  • A perda de peso do grupo que seguiu a dieta de 65% de carboidratos foi semelhante à de 35% de carboidratos.
  • 14-15% dos participantes perderam pelo menos 10% do seu peso inicial durante os 2 anos.
  • Durante as sessões de aconselhamento as percepções de saciedade, fome e satisfação com a dieta foram semelhantes em todos os grupos.
  • Participação nas sessões de aconselhamento foi fortemente ligada à perda de peso.
  • Todas as dietas reduziram alguns fatores de risco, tais como a redução de triglicérides, colesterol (LDL), pressão arterial e aumento do colesterol HDL.
  • Em média os participantes reduziram suas cinturas entre 2,5 a 7,5 centimetros, até ao final do estudo.

Os resultados deste estudo indicam que se você seguir uma dieta de calorias reduzidas, a proporção de ingestão de gordura, proteína ou carboidrato parece ter pouca importância na perda de peso, desde que seja seguido algumas regras de uma dieta saudável como o baixo consumo de gordura saturada e colesterol e rica em fibras.

Outro resultado muito interessante deste estudo é que mostra como é difícil perder peso e manter o peso por um longo período. Todos participantes receberam aconselhamento e um programa nutricional, ainda assim conseguiram só perder em média 4 kg em dois anos.

Por isso, o mais importante é você seguir uma dieta na qual você possa se adequar o mais fácil possível, assim você terá maiores chances de obter sucesso e alcançar o seu objetivo.

Fonte: Diet Blog

Blog Widget by LinkWithin

Leave a Reply





SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline