Tag Archive for ‘alimentos’

Como Desossar Peito de Frango

Para ter uma alimentação mais saudável é super importante você saber lidar com alimentos frescos. Eu sei que muitas pessoas preferem comprar o frango desossado, mas depois deste vídeo você pode ver como é fácil desossar um frango, então porque pagar a mais? Faça você mesmo.

Frases e Poemas na Web - Um pouco de cultura todo dia.

Como cuidar da diabetes com a nutrição

DiabetesImagem Rotorhead

Parte fundamental do tripé de controle da diabetes (dieta/atividade física/medicação), é cuidar da alimentação. Essa atitude pede alguns conhecimentos sobre os alimentos, como selecioná-los quando comer fora e quando comprá-los.

Um estilo saudável de alimentação tem quatro características: adequação, equilíbrio, moderação e variedade. A nutrição funcional agrega mais uma, a individualização: o que serve para os outros, pode não servir para você e por isso é importante consultar alguém especializado para estudar seu caso.

Alguns mitos que “rondam” sobre o controle da diabetes são que alimentação saudável é aquela em que se come muito pouco e o de que não se consegue controlar a glicemia porque come-se fora todos os dias.

Algumas dicas que valem para todo mundo, e são fáceis de seguir, são: ingerir alimentos de diferentes grupos, para consumir todos os nutrientes importantes; variar as frutas, hortaliças e legumes, deste modo você obterá uma maior variedade de vitaminas e minerais; ler e comparar as informações nutricionais nos rótulos dos alimentos, para escolher as melhores opções (exemplo: escolher os que contêm menor teor de gorduras, preferir os que contenham mais fibras); carregar uma garrafa com água quando for à rua, à escola ou trabalho e escolher carnes magras.

A atividade física regular também é muito importante e traz mais benefícios ainda se realizada diariamente.

Dra. Daniela Jobst é nutricionista e Pós Graduada em Nutrição Clínica Funcional e Bioquímica do Metabolismo pela VP/Consultoria Nutricional/Divisão de Ensino e Pesquisa, Especialista em Fisiologia do Exercício pela Escola Paulista de Medicina (UNIFESP), membro do Centro Brasileiro de Nutrição Funcional e do Instituto de Medicina Funcional dos EUA.
Atualmente atende em consultório particular em São Paulo.
Site: www.nutrijobst.com

Farmácia doméstica com alimentos funcionais

Que tal ter uma farmácia funcional em sua casa ao invés de uma caixa de medicamentos? Saiba que todo medicamento tem seu efeito colateral, um deles é a inflamação do organismo por uso crônico. Estudos recentes comprovam que doenças como diabetes, hipertensão, depressão, artrite, celulite, doença cardiovascular, são doenças inflamatórias decorrentes de diversas causas (gatilhos).

Abaixo segue uma tabela com algumas dicas de como elaborar uma cesta de ervas naturais que podem melhorar sua saúde e de sua família naturalmente, ou seja, sem agredir nosso organismo.

Ervas Funcionais

Funcionalidades

Formas encontradas

Olmo Americano

Tosse seca

Erva seca ou em tabletes para chás ou dissolução em água

Cravo-da-índia

Dor de dente 

Óleo essencial

Alfarroba

Diarreia

Em pó

Hamamélis

Hemorroidas, picada de insetos.

Liquido destilado

Salgueiro branco 

Dores de cabeça e dores generalizadas

Erva seca ou extrato líquido

Arnica

Torções, batidas

Em gel ou pomada

Psyllium

Constipação

Em pó

Aloe Vera

Queimaduras, queimaduras de sol

Gel

Gengibre

Náuseas, cólicas menstruais

Cápsulas, secos ou a raiz fresca

Erva-doce

Gases

Sementes

Óleo de melaleuca

Pés de atleta

Óleo essencial

Eucalipto

Congestão

Óleo essencial

Camomila

Indigestão, cólicas menstruais, tensão

Erva seca

Echinácea

Baixa resistência imunológica 

Cápsulas ou extrato líquido

Calêndula

Pequenos cortes

Gel ou loção 

Dica: Não guarde as ervas em seu banheiro devido à umidade que pode comprometer seus efeitos prometidos. Guarde-as sempre em locais secos, arejados e, se possível, sem luz.

Cuidados: Apesar de todos seus benefícios naturais, as ervas não são classificadas como medicamentos. Às vezes consumidas ou administradas de forma incorreta, podem ter inúmeras contra-indicações e interações medicamentosas, desta forma o ideal é a prescrição através de um profissional. Sempre procure um médico antes de se automedicar.

Dra. Daniela Jobst é nutricionista e Pós Graduada em Nutrição Clínica Funcional e Bioquímica do Metabolismo pela VP/Consultoria Nutricional/Divisão de Ensino e Pesquisa, Especialista em Fisiologia do Exercício pela Escola Paulista de Medicina (UNIFESP), membro do Centro Brasileiro de Nutrição Funcional e do Instituto de Medicina Funcional dos EUA.
Atualmente atende em consultório particular em São Paulo.
Site: www.nutrijobst.com

Qual é a quantidade de açúcar em certos alimentos?

Hoje eu descobri um site bem legal onde mostra a quantidade de açúcar nos alimentos de uma forma bem diferente.

Ele mostra as fotos de alguns alimentos e ao lado tem a quantidade referente de açúcar.  Cada cubinho de açúcar tem 4 gramas que corresponde mais ou menos a 1 colher de chá.

Vale destacar que o milkshake do McDonalds é o de chocolate e o McFlurry é o de oreo.

Quer ver mais fotos? Siga o link: Sugarstacks

Dieta das cores – Lista de alimentos

Como eu tinha prometido ontem, hoje eu estou disponibilizando a lista de alimentos da dieta das cores. Vale ressaltar que ela não é uma dieta completa, mas o que eu acho interessante é que através desta lista você pode ter uma ideia dos benefícios que os alimentos de cada grupo faz a sua saúde.

A ideia é você consumir pelo menos 1 produto de cada grupo por dia. Caso você queira baixar a lista para imprimir ou mandar para outra pessoa é só clicar no link abaixo:

Clique aqui para baixar a lista de alimentos da dieta das cores.

Dieta das cores – Lista de alimentos

Vermelho Amarelo Roxo Verde Branco
Acerola Abacaxi Alcachofra Abacate Aipin
Cebola Vermelha Abóbora Almeirão Roxo Abobrinha Verde Aipo
Cereja Abiu Alface Roxa Acelga Alho-Poró
Ciriguela Ameixa Amarela Alho Roxo Almeirão Atemoya
Goiaba Vermelha Batata Baroa Ameixa Preta Alface Aspargo
Grapefruit Batata Doce Amora Azeitona Verde Banana
Maçã Batata Inglesa Azeitona Preta Brócolis Batata Baroa Branca
Melancia Caju Batata Roxa Cebolinha Cará
Morango Carambola Berinjela Coentro Cebola
Pêra Vermelha Caqui Beterraba Couve Cogumelo
Pimenta Cenoura Cebola Roxa Couve Chinesa Couve-Flor
Pimentão Vermelho Damasco Figo Roxo Couve de Bruxelas Endívia
Rabanete Gengibre Framboesa Chuchu Graviola
Romã Kino Jaboticaba Ervilha Inhame
Tomate Laranja Jamelão Jiló Mangostin
Uva Vermelha Mamão Lichia Kiwi Nabo
Fontes de Caratenóides, que são precursores da vitamina A. Bom para o coração, memória, previnem o câncer, fortalecem olhos e pele. O licopeno encontrado em alguns alimentos deste grupo, ajuda na prevenção do câncer de próstata. Manga Mirtilo Limão Pêra
Maracujá Repolho Roxo Maxixe Pinha
Mexerica Uva Roxa Mostarda Contém flavonóides, vitaminas do complexo B, auxiliam na produção de energia do sistema nervoso e inibem coágulos na circulação sanguínea.
Moranga Contém niacina (vitamina do complexo B), minerais, potássio e vitamina C. Bom para a saúde da pele, nervos, rins, aparelho digestivo, ajudam a prevenir doenças cardíacas e retardam o envelhecimento. Pepino
Melão Pimentão Verde
Milho Quiabo
Nectarina Repolho
Pêssego Salsa
Pimentão Amarelo Uva Verde
Sapoti Vagem
Tangerina Ricos em cálcio, fósforo, ferro, fortalecem ossos e dentes, promovem o crescimento, ajudam na coagulação do sangue, auxiliam a produção do sangue e evitam a fadiga mental.
Fontes de Caratenóides. Também são ricos em vitamina C que ajuda na proteção das celulas, coração, visão e do sistema imunológico.
Blog Widget by LinkWithin