Tag Archive for ‘leite’

Estudos mostram ligação entre ingestão de laticínios e Mal de Parkinson

Imagem Zsuzsanna Kiliánleite

Estudo publicado no American Journal of Epidemiology, diz que o consumo diário de laticínios, especialmente o leite, aumenta o risco do homem de desenvolver o mal de Parkinson.

Um estudo feito com 73.175 mulheres e 57.689 homens, entre 1992 e 2001, mostrou que homens que ingeriram mais produtos à base de leite, tinham 60% mais de chances de desenvolver a doença. O queijo e o iogurte mostraram-se menos perigosos que o leite em si, nesses casos.

Estudos anteriores já haviam indicado a ligação do Mal de Parkinson ao consumo de laticínios, porém o motivo desse fato ainda é desconhecido, o que se sabe é que o cálcio, a vitamina D e a gordura não são os causadores.

O risco de desenvolver a doença, em homens, aumentou proporcionalmente à quantidade de ingestão de leite, já nas mulheres, a ingestão de leite não tem ligação com a incidência da doença.

O Mal de Parkinson é disseminado e tende a afetar mais os idosos. Aproximadamente 60.000 novos casos aparecem por ano. A doença é mais comum em homens que em mulheres.

dra-daniela-jobst-nutricionista-funcional

Dra. Daniela Jobst é nutricionista e Pós Graduada em Nutrição Clínica Funcional e Bioquímica do Metabolismo pela VP/Consultoria Nutricional/Divisão de Ensino e Pesquisa, Especialista em Fisiologia do Exercício pela Escola Paulista de Medicina (UNIFESP), membro do Centro Brasileiro de Nutrição Funcional e do Instituto de Medicina Funcional dos EUA.
Atualmente atende em consultório particular em São Paulo.
Site: www.nutrijobst.com
Gostou deste post? Leia também:

Alimentos orgânicos, escolha certa para qualidade de vida

Adoçante: Uso diário pode ser prejucial à saúde

Uma dieta rica em carne vermelha pode aumentar o risco de câncer da próstata

Baixo nível de vitamina D pode estar associado ao ganho de peso em garotas

Como amenizar a vontade de comer doces no inverno

Estudo japonês mostra que o consumo de café diminui risco de câncer de útero

Nutrição funcional pode curar doenças da tireoide

Má digestão causa sono, acne, olheiras, além de constipação intestinal e gordura localizada

Se gostou deste post, assine o nosso RSS Feed
Ou receba as atualizações por Email
Me acompanhe pelo Twiter

Dia 16 de Abril – Dia da Dieta

Imagem SXCfita-metrica

Hoje eu fui informado pelo Guga do Blog Alagoas Real que este dia é o Dia da Dieta!  Vou admitir que não tinha a mínima idéia mas como eu tenho um blog que trata do assunto eu deveria saber.

Para não deixar em branco eu resolvi fazer uma pesquisa e colher alguns dados sobre a obesidade no Brasil.

A cirurgia bariátrica (diminuição do tamanho do estômago) aumentou 542% desde 2001 na rede de Sistema Único de Saúde (SUS)

  • 2001 – 497 procedimentos – A um custo de R$ 1,237 milhão para o SUS
  • 2008 – 3.195 procedimentos – A um custo de R$ 15,736 milhão para o SUS

Estados que fizeram o maior números de operações:

  • São Paulo – 1.068
  • Paraná – 954
  • Santa Catarina – 344

Relação Homens x Mulheres

  • Homens – 556
  • Mulheres – 2.639

Estima-se que o Brasil tenha 3,73 milhões de obesos mórbidos (IMC maior do 40kg/m²).

_____________________

Um levantamento divulgado pela Coordenadoria de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável (Cosans) da Prefeitura de Porto Alegre, mostra que há mais moradores de rua obesos do que desnutridos no município.

  • 78% estão dentro dos padrões normais de nutrição.
  • 15% estão obesos.
  • 4% estão desnutridos.

Número de refeições por dia:

  • 30% – afirmaram fazer três refeições diárias.
  • 21% – duas
  • 21% – uma
  • 18% – quatro
  • 4% – cinco
  • 2% – seis

_____________________

O estudo Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel), produzido pelo Ministério da Saúde e pela Universidade de São Paulo (USP), mostra que 43,3% da população estão com o peso acima dos níveis recomendados (sobrepeso) e 13% estão obesos.

Confira com outros anos:

  • 2007 – 12,9% dos brasileiros estavam obesos.
  • 2006 – 11,4%.

O Estudo Nacional de Despesa Familiar (ENDEF), de 1975, mostrava que 2,8% dos homens e 7,8% das mulheres eram obesos.

_____________________

Estudo da Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo, em parceria com o Centro de Estudos do Laboratório de Aptidão Física de São Caetano do Sul revela que os idosos são os que menos praticam atividades físicas entre os paulistas.

  • Idosos – 8,4% são totalmente sedentários e 29% são irregularmente ativos.
  • 14 aos 18 anos – 11,4% de sedentários e irregularmente ativos.
  • 19 a 29 anos – 18,3%.
  • 30 a 39 anos é a segunda com maior prevalência de sedentarismo ou prática de atividade física insatisfatória, sendo 21,2%.
  • 40 aos 49 – 18,2%.
  • Entre a população em geral, este índice é de 19,4%.

_____________________

De acordo com o estudo Vigilância e Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel)

  • Índice de pessoas que consomem carne com gordura caiu de 39,2% em 2006 para 33,8% em 2008
  • O consumo de frutas e hortaliças cinco dias na semana subiu 23,9% para 31,5%.
  • Quando a quantidade observada são os 400 gramas diários recomendados pela Organização Mundial de Saúde (OMS)o número de pessoas que alcançam o valor também subiu de 5,6% em 2006 para 15,7% em 2008.
  • 56,5% dos brasileiros tomam o leite integral (com gordura).
  • O consumo de leite gorduroso cai com a idade e com o aumento da escolaridade, mas sempre fica acima de 40% da população.
  • O consumo de refrigerantes também é alto, 27,8% da população ingere o produto regularmente.
  • Quando se trata de jovens entre 18 e 24 anos, o número sobe para 39%.

Fonte: Globo.com – G1, ABESO, Agência Brasil

Ninguém engorda por excesso de caloria

Imagem SXC

ovo-frito

“Ninguém engorda por excesso de caloria. Se fosse assim não teriam pessoas que se entopem de comer porcarias e não engordam. A gente engorda por um desequilíbrio hormonal”.

A afirmação acima é do estudioso sobre alimentação Leandro Zanutto, que há dez anos pesquisa engenharia biomédica para investigar as respostas orgânicas que os alimentos provocam.

As velhas dietas que levam em consideração os valores calóricos dos alimentos são “vazias”, na opinião de Zanutto. “Tudo no seu corpo funciona de acordo com os hormônios. Eles são a chave para o funcionamento do organismo. Então, se eles estiverem desequilibrados, todo o resto vai estar também”, explica.

Outra frase interessante de Zanutto: “Sou contra o consumo de leite. O ser humano não foi feito para tomar leite, ainda mais de outra espécie. Nem o bezerro toma leite da própria mãe depois que cresce. São mais do que conhecidos os efeitos alérgicos do leite”.

Segundo o pesquisador, apesar de o leite ser uma boa fonte de cálcio, ele deve ser ingerido através de outras fontes de alimento como por exemplo: amêndoas, brócolis, couve-manteiga, castanha do pára. Zanutto sugere que o leite deve ser consumido apenas fermentado, na forma de iogurte ou queijos bem curados. De acordo com o Ministério da Saúde 56% da população consome leite integral, que contém um alto teor de gordura.

O pesquisador também critica a pirâmide alimentar sugerida pelo Ministério da Saúde que é formada por 70% de carboidratos e 30% de proteínas. “A alimentação do brasileiro é riquíssima em carboidrato, a cesta básica inclui uma latinha de atum que não dá nem para o consumo diário de proteína para uma pessoa. E entre carboidrato, proteína e gordura, o carboidrato é o que a pessoa menos precisa em termos nutricionais. Não em termos energéticos, em termos nutricionais”, explica Zannuto.

Zanutto ressalta que a alimentação deve ser voltada para o equilíbrio hormonal. Para isso, é necessário adotar uma dieta em que as proporções de carboidratos, proteínas e gorduras sejam mais equilibradas, e lembrar que frutas e hortaliças também são carboidratos.

Para ele, a diminuição na ingestão de carnes com gordura, observada pelo ministério por meio da pesquisa Vigitel, feita em todas as capitais com pessoas adultas, não é um fator que vá necessariamente ajudar na queda da obesidade – doença que já atinge 13% da população. “A queda no consumo de carnes gordurosas pode ser considerado um avanço sim, porque essa gordura não vai trazer benefícios diretos para o organismo, e esse consumo excessivo pode ser prejudicial porque a gordura poderá colar no interior das artérias. Mas não é de todo ruim o consumo de gorduras com as carnes, porque alguns tipos de gorduras estimulam a sensação de saciedade, fazendo com que a pessoa coma menos”, explica Zanutto.

O pesquisador ressalta ainda que o consumo de gordura não está diretamente ligado à obesidade. “Acharam um vilão para a obesidade e tentam associar isso à gordura, sendo que comer gordura não te faz mais gordo, não necessariamente vai aumentar seu colesterol. O consumo de carboidrato com toda certeza está mais relacionado ao excesso de peso e obesidade”.

Para finalizar, Zanutto também critica a comum substituição do açúcar pelo adoçante. Segundo ele, nenhum dos dois faz bem, mas o aspartame – uma das substâncias que dá o efeito adocicado na maior parte dos adoçantes – é muito mais prejudicial à saúde. Assim, segundo o pesquisador, o ideal é que as pessoas deixem de usar os dois e passem a consumir os alimentos naturalmente doces, como as frutas. “A maioria das frutas já é adoçada naturalmente, mas o paladar já está tão viciado pelo açúcar dos produtos industrializados que as pessoas não sentem o gosto”.

Fonte: O DIA <online>

Gostou deste post? Leia também:

Gorduras também combatem a obesidade – [ômega-3 e ômega-6]

Os prós e os contras da carne vermelha

Dieta dissociada

Dieta do tipo genético

Proteína para os seus músculos

Chá vermelho, o poderoso da família Camellia Sinensis

O poder das frutas antioxidantes

Conheça 5 alimentos que ajudam na queima de gordura corporal de forma natural

Se gostou deste post, assine o nosso RSS Feed

Ou receba o nosso Feed por Email

Alimentos que combinam ou não

arroz-e-feijao

Pratos do dia-a-dia que se não tomarmos cuidado podem ser um bomba para nosso organismo

Alguns alimentos, quando ingeridos junto com outros, podem ter seus efeitos potencializados, refletindo de forma positiva no organismo. Mas o inverso também acontece, a combinação de alimentos pode fazer com que eles percam suas propriedades. A nutricionista funcional Daniela Jobst dá algumas dicas de combinações que dão certo, e das que podem prejudicar a absorção dos minerais e vitaminas.

O famoso café com leite é um exemplo de junção que não dá muito certo em questões nutricionais, pois a cafeína pode diminuir a absorção do cálcio, ferro e da vitamina C, contidos no leite.
Vale lembrar que 50% da população mundial tem intolerância à lactose, isto é, possuem uma dificuldade na absorção da lactose (açúcar do leite) devido uma deficiência ou ineficiência da enzima lactase, que faz a digestão, quebra da lactose . Nestes casos vale substituir o leite de vaca pelo leite de soja.

A saborosa feijoada com laranja formam uma ótima dupla, pois a fruta ajuda na digestão das proteínas e, por ser ácida, diminui o ph do estômago favorecendo a quebra dos alimentos em partículas o que facilita a digestão e absorção de nutrientes.

E quem não dispensa o tradicional arroz com feijão diário, faz muito bem, pois a combinação é ideal. Ambos os alimentos possuem aminoácidos que juntos formam proteínas importantes para nosso organismo. Os minerais e vitaminas contidos neles, são ótimos para a saúde intestinal e o equilíbrio do metabolismo. Se a pessoa puder trocar o arroz branco pelo arroz integral, melhor ainda, pois tem mais fibras.

dra-daniela-jobst-nutricionista-funcional

Dra. Daniela Jobst é nutricionista e Pós Graduada em Nutrição Clínica Funcional e Bioquímica do Metabolismo pela VP/Consultoria Nutricional/Divisão de Ensino e Pesquisa, Especialista em Fisiologia do Exercício pela Escola Paulista de Medicina (UNIFESP), membro do Centro Brasileiro de Nutrição Funcional e do Instituto de Medicina Funcional dos EUA.
Atualmente atende em consultório particular em São Paulo.
Site: www.nutrijobst.com

Gostou deste post? Leia também:

Banana verde: Alimento funcional gostoso e abundante no Brasil

Como envelhecer com o corpo e a mente sã

Rejuvenescendo com os sucos verdes

Alimentos crus facilitam a digestão e favorecem a saúde do corpo

Alimentos para quem corre

Nutrigenômica: A alimentação baseada no perfil genético

Se gostou deste post, assine o nosso RSS Feed

Ou receba o nosso Feed por Email

Perguntas e respostas – Iogurte de soja e Sibutramina

minimize-me-banner1

Gabriela

Gostaria de saber se há iogurtes feitos com leite de soja?

Eu também não sabia se existia iogurtes feitos a partir do leite de soja mas descobri que a batavo tem dois sabores:

Iogurte de Soja sabor Pêssego

Iogurte de Soja sabor Frutas Vermelhas

Outra opção é fazer o seu próprio iogurte, aqui vai duas receitas:

Iogurte de soja – Site: Tudo Gostoso

Receita de Iogurte de Soja – Site: SojaMac

No primeiro link tem uma dica de como fazer o iogurte sem iogurteira e nos comentários explica em como atingir a temperatura necessária sem usar um termômetro.

Caso você esteja interessado em comprar uma iogurteira o google pode te ajudar:

Google:  iogurteira

Tatiana Valadares

Sibutramina é anfetamina?

A subutramina que é mais conhecida pelo nomes Reductil e Plenty não é uma anfetamina.  Eu achei uma resposta no yahoo respostas bem interessante:

São medicamentos de classes diferentes.
O Femproporex faz parte do grupo das anfetaminas, e por isso recebe uma tarja preta (sinalizando que pode viciar).
Já a sibutramina faz parte de outro grupo, dos inibidores da receptação de serotonina e da noradrenalina, que possui tarja vermelha (não vicia o corpo), porém é controlado pois mexe com a química do cerebro.
Ambos os medicamentos enganam a fome, cada um com seu mecanismo.
Mas não faz milagre. Achar que pode tomar o remédio e comer de tudo vai fazer com que voce não só não emagreça como pretende, mas também engordar o triplo ao parar a medicação.
Esses remédios só ajudam a pessoa a controlar a fome para conseguirem seguir a dieta.
Ah… e mesmo que a sibutramina não seja tarja preta (o que faz com que muita gente a ache “mais fraquinha”) existe o risco de uma pessoa ter dependência psicológica ao remédio, por achar que sem ele não emagrece ou por medo de engordar de novo.
Por isso, vale lembrar que esses medicamentos só devem ser tomados com prescrição médica, na dose recomendada e pelo tempo que o médico receitou apenas.

Aqui vai dois links interessantes sobre a subutramina:

Wikipédia – subutramina

Centro de Vigilância Sanitária – subutramina

minimize-me-banner1

Estou criando esta nova seção do blog que vai se chamar Pergunte ao Alex.  Só para deixar claro não sou um especialista mas não custa nada ajudar outras pessoas.  Quem tiver mais informações é só deixar nos comentários, elas serão muito bem vindas.

Quem quiser participar é só entrar em contato comigo através do link contato localizado na parte superior do blog ou você pode clicar aqui.

A pirâmide alimentar

popup_piramide

minimize-me-banner1

A pirâmide alimentar nada mais é do que um guia de alimentação gráfico do que as suas refeições diárias devem conter. Os guias alimentares foram concebidos na década de 70.

O formato de pirâmide foi concebido pelo departamento de agricultura dos EUA em 1992. Devemos entender que diferentes culturas tem hábitos alimentares diferentes, por exemplo a comida japonesa onde é composta por muitos peixes é totalmente diferente da cultura alimentar do gaúcho onde a carne vermelha é predominante.

Por estas diferenças é que um grupo de pesquisadores da USP adaptaram a pirâmide alimentar americana para os hábitos alimentares brasileiros. Uma das mudanças foram no número de grupos, na americana encontramos 6, enquanto na brasileira existem 8. Os grupos criados foram os grupos das leguminosas e outro foi criado através da separação dos açucares do grupo dos óleos.

Para uma melhor visualização aqui vai uma tabela dos grupos alimentares com o número de porções diárias e com o valor calórico de cada porção:

Grupo Alimentar

Porções diárias

Valor calórico de uma porção (calorias)

Cereais, pães, tubérculos, raízes

5 a 9

150

Hortaliças

4 a 5

15

Frutas

3 a 5

35

Leite e derivados

3

120

Carnes e ovos

1 a 2

190

Leguminosas

1

55

Óleos e gorduras

1 a 2

73

Açúcares e doces

1 a 2

110

Aqui vai uma outra tabela com os principais alimentos de cada grupo junto com a quantidade que representa cada porção:

Grupo dos cereais, pães, tubérculos, raízes
Alimento Quantidade
Arroz cozido (branco ou integral) 4 colheres (sopa)
Batata cozida 1 1/2 unidade
Bolacha água e sal ou ao leite 5 unidades
Bolacha tipo maisena 5 unidades
Bolacha tipo maisena 7 unidades
Bolacha recheada 2 unidades
Bolacha waffer 3 unidades
Cereal matinal sucrilhos 1 xícara (chá)
Macarrão cozido 3 1/2 colheres (sopa)
Mandioca cozida 3 colheres (sopa)
Pão de forma 2 fatias
Pão francês 1 unidade
Purê de batata 2 colheres de servir
Torrada 4 unidades
Grupo das hortaliças
Alimento Quantidade
Abobrinha cozida 3 colheres (sopa)
Acelga crua picada 9 colheres (sopa)
Agrião 22 ramos
Alface 15 folhas
Berinjela cozida 2 colheres (sopa)
Beterraba 2 colheres (sopa)
Brócolis cozido 4 1/2 colheres (sopa)
Cenoura crua 4 colheres (sopa)
Chuchu cozido 2 1/2 colheres (sopa)
Couve-flor cozida 3 ramos
Couve manteiga cozida 1 colher de servir
Pepino picado 4 colheres (sopa)
Pimentão cru picado 3 colheres (sopa)
Repolho cozido 5 colheres (sopa)
Tomate 4 fatias
Vagem 2 colheres (sopa)
Grupo das frutas
Alimento Quantidade
Abacaxi ½ fatia
Ameixa vermelha 2 unidades
Banana prata 1/2 unidade
Damasco seco 9 unidades
Goiaba 1/4 unidade
Laranja pêra 1 unidade
Maçã 1/2 unidade
Mamão papaya 1/3 unidade
Manga bordon 1/2 unidade
Melancia e melão 1 fatia
Pêra 1/2 unidade
Pêssego 3/4 unidade
va comum 11 bagos
Grupo do leite e derivados
Alimento Quantidade
Cream cheese 2 1/2 colheres (sopa)
Iogurte integral natural 1 copo
Leite em pó integral 2 colheres (sopa)
Leite semi desnatado 1 copo (requeijão)
Queijo de minas 1 1/2 fatia
Queijo mussarela 3 fatias
Queijo parmesão ralado 3 colheres (sopa)
Queijo petit suisse 2 potes
Queijo prato 2 fatias
Requeijão 1 1/2 colher (sopa)
Ricota 2 fatias
Grupo das carnes e ovos
Alimento Quantidade
Bife grelhado 1 unidade
Carne cozida 1 fatia
Carne de peru tipo blanquet 15 fatias
Carne moída refogada 5 colheres (sopa)
Filé de peito de frango grelhado 1 unidade
Lingüiça de porco cozida 1 gomo
Merluza cozida 2 filés
Ovo mexido 1 unidade
Lombo assado 1 fatia
Salsicha 1 1/2
Grupo das leguminosas
Alimento Quantidade
Feijão cozido 1 concha
Grão de bico cozido 1 1/2 colher (sopa)
Lentilha cozida 2 colheres (sopa)
Soja cozida 1 colher de servir
Grupo dos óleos e gorduras
Alimento Quantidade
Azeite de oliva 1 colher (sopa)
Bacon 1/2 fatia
Manteiga 1/2 colher (sopa)
Margarina 1/2 colher (sopa)
Margarina light 1 colher (sopa)
Óleo vegetal (girassol, milho, soja, canola) 1 colher (sopa)
Grupo dos açúcares e doces
Alimento Quantidade
Açúcar mascavo 1 colher (sopa)
Açúcar refinado 1 colher (sopa)
Glucose de milho (Karo) 2 colheres (sopa)
Mel 2 1/2 colheres (sopa)

Vale destacar que a pirâmide alimentar é sobre como manter uma alimentação saudável e não para perder ou ganhar peso. Se o seu objetivo é perder peso você pode deixar de consumir os grupos dos óleos e açucares, porém é recomendável consumir a quantidade mínima de cada grupo.

Seguindo estas recomendações você não vai perder peso da maneira mais rápida possível, porém acreditamos que perderá de uma maneira bem saudável. Nós do Blog da Dieta recomendamos que se você quiser começar qualquer tipo de dieta sempre procure uma avaliação médica e de um nutricionista.

Fontes: Wikipédia, CyberDiet, minhavida

minimize-me-banner1

Gostou deste post? Leia também:

Comer é prazeroso para você?

O estresse pode causar aumento no peso

Maus hábitos alimentares durante a gestação podem passar de mãe para filho

Você se acha em forma? Então veja este vídeo

Saiba quantas calorias você pode queimar com 30 minutos de sexo

Exercício e Emagrecimento: mitos e verdades

Agora você não vai ter mais desculpas para não fazer exercícios :)

Propagandas, igual a alimentos pouco saudáveis

Acabou de Fazer Exercícios? Beba uma Cerveja para Hidratar

GAP Retira Números XXG das Lojas

Se gostou deste post, assine o nosso RSS Feed

Ou receba o nosso Feed por Email