Tag Archive for ‘Nutrição’

Como cuidar da diabetes com a nutrição

DiabetesImagem Rotorhead

Parte fundamental do tripé de controle da diabetes (dieta/atividade física/medicação), é cuidar da alimentação. Essa atitude pede alguns conhecimentos sobre os alimentos, como selecioná-los quando comer fora e quando comprá-los.

Um estilo saudável de alimentação tem quatro características: adequação, equilíbrio, moderação e variedade. A nutrição funcional agrega mais uma, a individualização: o que serve para os outros, pode não servir para você e por isso é importante consultar alguém especializado para estudar seu caso.

Alguns mitos que “rondam” sobre o controle da diabetes são que alimentação saudável é aquela em que se come muito pouco e o de que não se consegue controlar a glicemia porque come-se fora todos os dias.

Algumas dicas que valem para todo mundo, e são fáceis de seguir, são: ingerir alimentos de diferentes grupos, para consumir todos os nutrientes importantes; variar as frutas, hortaliças e legumes, deste modo você obterá uma maior variedade de vitaminas e minerais; ler e comparar as informações nutricionais nos rótulos dos alimentos, para escolher as melhores opções (exemplo: escolher os que contêm menor teor de gorduras, preferir os que contenham mais fibras); carregar uma garrafa com água quando for à rua, à escola ou trabalho e escolher carnes magras.

A atividade física regular também é muito importante e traz mais benefícios ainda se realizada diariamente.

Dra. Daniela Jobst é nutricionista e Pós Graduada em Nutrição Clínica Funcional e Bioquímica do Metabolismo pela VP/Consultoria Nutricional/Divisão de Ensino e Pesquisa, Especialista em Fisiologia do Exercício pela Escola Paulista de Medicina (UNIFESP), membro do Centro Brasileiro de Nutrição Funcional e do Instituto de Medicina Funcional dos EUA.
Atualmente atende em consultório particular em São Paulo.
Site: www.nutrijobst.com
Frases e Poemas na Web - Um pouco de cultura todo dia.

Dieta coletiva – Os primeiros passos

Oi pessoal tudo bem?

Em primeiro lugar eu gostaria de agradecer a todos que se juntaram a ideia de participar neste projeto, eu acredito que vai ser bem legal, e eu tenho a impressão que se todos nós participarmos com certeza vamos conseguir melhorar a nossa saúde.

Para a dieta coletiva, eu vou dividir com vocês um cardápio que eu tenho, quando eu fiz uma consulta com uma nutricionista e gostaria de agradecer a Dr. Kilza que vai dar uma revisada e depois disso vamos disponibilizar ele para todos.

É muito importante frisar que ele vai ser um cardápio genérico, mas eu acredito que possa servir como uma base para todos ou a maioria, a minha dieta eu vou começar com ele.

Se algum instrutor de educação física que acompanha este blog estiver interessado em participar do projeto será muito bem vindo, para entrar em contato comigo pode ser através das página de contato ou pelos comentários.

Assim que eu tiver mais novidades eu entrarei em contato.

Um abraço a todos, Alex.

ps. quem tiver alguma sugestão não seja tímido(a), pode mandar ou deixar nos comentários, elas serão muito bem vindas.

Quem quiser conhecer um pouco mais sobre o trabalho da Dr. Kilza ela tem uma coluna de receitas aqui no blog, para conferir é só seguir no link:

Receitas – Dr. Kilza

Ou você pode conferir o novo blog dela:

Livre da Obesidade

Nutrição funcional ajuda na prevenção e cura da depressão

depressaoImagem zweettooth

A depressão ao contrário do que muitas pessoas podem pensar, é uma doença muito freqüente, segundo a OMS – Organização Mundial de Saúde, cerca de 121 milhões de pessoas em todo o mundo é afetada por ela.

Uma das causas da depressão está diretamente ligada à alimentação do paciente, há evidências de que pessoas depressivas possuem níveis plasmáticos menores de ômega-3, em comparação a pessoas sadias.

Uma dieta rica em ômega-3 vindas do óleo de peixe de águas profundas e geladas como, atum, salmão, arenque, sardinha e a semente de linhaça, pode diminuir a probabilidade da pessoa ficar depressiva e até mesmo se suicidar. Por isso, a suplementação com ômega-3, tem sido usada cada vez mais em tratamentos de depressão, e o resultado é cada vez mais eficaz.

Além do óleo de peixe, o ômega-3 pode ser encontrado nas nozes, no agrião, no espinafre.
A combinação de uma dieta balanceada, acompanhamento psicológico e a prática de exercícios físicos pode ser a chave para a prevenção e até cura desta doença que atinge tantas pessoas.

Outro fator que está ligado ao quadro de depressão é o desequilíbrio intestinal. Isto mesmo, o intestino que não funciona bem interfere na produção correta dos neurotransmissores, que são responsáveis pelo equilíbrio do humor, depressão, e até mesmo da vontade de comer doces e carboidratos em geral.

A produção do neurotransmissor serotonina, responsável pelo bem estar e felicidade tem sua produção em torno de 80% intestinal, desta forma tratar e reequilibrar a flora intestinal é muito importante na depressão, podendo evitar a utilização de antidepressivos quando estiverem ainda no início.

Dra. Daniela Jobst é nutricionista e Pós Graduada em Nutrição Clínica Funcional e Bioquímica do Metabolismo pela VP/Consultoria Nutricional/Divisão de Ensino e Pesquisa, Especialista em Fisiologia do Exercício pela Escola Paulista de Medicina (UNIFESP), membro do Centro Brasileiro de Nutrição Funcional e do Instituto de Medicina Funcional dos EUA.
Atualmente atende em consultório particular em São Paulo.
Site: www.nutrijobst.com

Farelo de arroz, trigo e aveia

Aprenda um pouco sobre a diferença entre os farelos de arroz, trigo e aveia com a nutricionista Andreia Torres.

Dieta das cores – Lista de alimentos

Como eu tinha prometido ontem, hoje eu estou disponibilizando a lista de alimentos da dieta das cores. Vale ressaltar que ela não é uma dieta completa, mas o que eu acho interessante é que através desta lista você pode ter uma ideia dos benefícios que os alimentos de cada grupo faz a sua saúde.

A ideia é você consumir pelo menos 1 produto de cada grupo por dia. Caso você queira baixar a lista para imprimir ou mandar para outra pessoa é só clicar no link abaixo:

Clique aqui para baixar a lista de alimentos da dieta das cores.

Dieta das cores – Lista de alimentos

Vermelho Amarelo Roxo Verde Branco
Acerola Abacaxi Alcachofra Abacate Aipin
Cebola Vermelha Abóbora Almeirão Roxo Abobrinha Verde Aipo
Cereja Abiu Alface Roxa Acelga Alho-Poró
Ciriguela Ameixa Amarela Alho Roxo Almeirão Atemoya
Goiaba Vermelha Batata Baroa Ameixa Preta Alface Aspargo
Grapefruit Batata Doce Amora Azeitona Verde Banana
Maçã Batata Inglesa Azeitona Preta Brócolis Batata Baroa Branca
Melancia Caju Batata Roxa Cebolinha Cará
Morango Carambola Berinjela Coentro Cebola
Pêra Vermelha Caqui Beterraba Couve Cogumelo
Pimenta Cenoura Cebola Roxa Couve Chinesa Couve-Flor
Pimentão Vermelho Damasco Figo Roxo Couve de Bruxelas Endívia
Rabanete Gengibre Framboesa Chuchu Graviola
Romã Kino Jaboticaba Ervilha Inhame
Tomate Laranja Jamelão Jiló Mangostin
Uva Vermelha Mamão Lichia Kiwi Nabo
Fontes de Caratenóides, que são precursores da vitamina A. Bom para o coração, memória, previnem o câncer, fortalecem olhos e pele. O licopeno encontrado em alguns alimentos deste grupo, ajuda na prevenção do câncer de próstata. Manga Mirtilo Limão Pêra
Maracujá Repolho Roxo Maxixe Pinha
Mexerica Uva Roxa Mostarda Contém flavonóides, vitaminas do complexo B, auxiliam na produção de energia do sistema nervoso e inibem coágulos na circulação sanguínea.
Moranga Contém niacina (vitamina do complexo B), minerais, potássio e vitamina C. Bom para a saúde da pele, nervos, rins, aparelho digestivo, ajudam a prevenir doenças cardíacas e retardam o envelhecimento. Pepino
Melão Pimentão Verde
Milho Quiabo
Nectarina Repolho
Pêssego Salsa
Pimentão Amarelo Uva Verde
Sapoti Vagem
Tangerina Ricos em cálcio, fósforo, ferro, fortalecem ossos e dentes, promovem o crescimento, ajudam na coagulação do sangue, auxiliam a produção do sangue e evitam a fadiga mental.
Fontes de Caratenóides. Também são ricos em vitamina C que ajuda na proteção das celulas, coração, visão e do sistema imunológico.
Blog Widget by LinkWithin