Tag Archive for ‘queima’

Treinos de alta intensidade são mais eficientes na queima de gordura – HIIT

marathoner_sprinter2

Você gostaria que seu corpo parecesse com o de um “sprinter” ou de um maratonista?

Maratonistas correm grandes distâncias com intensidade moderada por longos períodos, queimando relativamente mais gordura do que açúcar. “Sprinters” treinam com alta intensidade, explosão por períodos curtos, queimando mais açúcar, e menos gordura durante o treino.

“Sprinters” tendem a ser magros e musculosos, enquanto maratonistas tendem a ser magros e muito delgados. A razão para isso é porque quando um exercício de explosão de alta intensidade é realizado o corpo queima relativamente mais açúcar, mas queima mais gordura e calorias após o treino. Esse efeito pode durar de 16 até 48 horas, enquanto intensidade baixa ou moderada não tem efeito de pós-queima. Outro aspecto importante desse tipo de exercício é o equilíbrio hormonal que ele cria.

Exercícios de intensidade baixa e moderada produzem muito cortisol, levando ao catabolismo, estado queimador de músculos. Exercícios de alta intensidade também produzem cortisol, mas junto produzem também hormônio do crescimento e testosterona, intensificando a queima de gordura, levando ao anabolismo, estado construtor de músculos.

Estudos (documento PDF em Inglês) demonstraram que métodos de alta intensidade são mais eficientes na queima de gordura e manutenção ou construção de massa muscular do que treinos aeróbicos de longa duração e baixa intensidade.

Fonte: The Better Weigh
Tradução: xfreddyx

Frases e Poemas na Web - Um pouco de cultura todo dia.

Alimentos para quem corre

Imagem SXC

correndo-praia

Os alimentos que não podem faltar antes e depois do treino são em primeiro lugar os carboidratos, pois são combustíveis para toda e qualquer atividade física e as proteínas, para recuperação muscular. Porém o conjunto de toda a alimentação adequada, equilibrada, antioxidante, integral, traz benefícios muito importantes. O consumo de carboidratos na alimentação de quem caminha fornece energia para a queima de gordura assim como a prevenção da queima da massa muscular.

Para potencializar o treino, o atleta deve ingerir carboidratos, pois são os combustíveis necessários para o acionamento do maquinário metabólico. Com o fornecimento de apenas proteínas, desviamos nosso metabolismo para outras queimas, principalmente da massa magra e não gorda, aumento risco de lesão e overtraining.

Algumas vezes sentimos dor na barriga durante a caminhada, por isso é necessário salientar que, para qualquer início ou acompanhamento de atividade física, vale a pena consultar um médico assim como um nutricionista para adequar e equilibrar a alimentação e avaliar o estado de saúde, para que não haja risco da atividade ser prejudicial ao invés de benéfica.

Dentre os benefícios para o atleta que caminha ou corre, está a melhora principalmente do intestino, que devido ao incremento dos movimentos peristálticos, facilita o transito intestinal. Intestino que funciona bem possui mais chances de absorver nutrientes e excretar toxinas corretamente.

Nossa saúde depende da saúde intestinal, pois é lá que são absorvidos muitos nutrientes assim como produzidos muitas substâncias essências no nosso organismo como a serotonina – neurotransmissor do bem estar, responsável pelo bom humor, sono etc.

dra-daniela-jobst-nutricionista-funcional

Dra. Daniela Jobst é nutricionista e Pós Graduada em Nutrição Clínica Funcional e Bioquímica do Metabolismo pela VP/Consultoria Nutricional/Divisão de Ensino e Pesquisa, Especialista em Fisiologia do Exercício pela Escola Paulista de Medicina (UNIFESP), membro do Centro Brasileiro de Nutrição Funcional e do Instituto de Medicina Funcional dos EUA.
Atualmente atende em consultório particular em São Paulo.
Site: www.nutrijobst.com

Conheça 5 alimentos que ajudam na queima de gordura corporal de forma natural

Imagem SXC

5-alimentos-que-ajudam-na-queima-de-gordura

Muita gente já conhece a nutrição funcional e a usa no seu dia-a-dia. Os alimentos considerados funcionais agem como remédios para alguns e veneno para outros, por isso a importância da análise com uma especialista antes.

Porém a nutricionista funcional Daniela Jobst separou cinco alimentos, praticamente sem contra indicação, que são verdadeiros “queimadores de gordura”. Veja abaixo como eles agem no seu organismo.

1 – Peras

“Lote sua fruteira de peras se quer perder peso”, é o que dizem estudos feitos na Universidade do Rio de Janeiro. No estudo, que foi publicado na revista Nutrition (EUA), mulheres que comeram três peras por dia, ingeriram menos que o total de calorias diárias permitidas, e perderam mais peso do que as que não comeram a fruta. Ricas em fibras, as peras ajudam a pessoa a sentir saciada, o que evita que a mesma coma demais nas refeições principais.

Como comer?

Uma pêra antes da refeição ajuda a amenizar a “fome de leão”, porém deixe a casca! A maior parte da fibra esta lá!

2 – Grapefruit ou Toranja

De acordo com pesquisadores da Scripps Clinic, na Califórnia, EUA a ingestão de meia toranja antes de cada refeição pode lhe ajudar a perder peso – até um quilo por semana- mesmo se você não mudar mais nada em sua dieta. Os autores do estudo dizem que um composto da fruta ajuda a regular a insulina, hormônio que armazena gordura.

Como comer?

Casca e polpa. Cortadas em pedaços, as adicione à salada de espinafres. É também bom acompanhamento para camarão ou simplesmente descascadas, cortadas em tiras.

3 – Amêndoas

Comer um punhado de amêndoas por dia, juntamente com uma dieta saudável, poderá ajudá-lo a secar gordura, sugere pesquisa publicada no International Journal of Obesity, EUA. Uma dieta-estudo pediu aos participantes que ingerissem amêndoas diariamente durante seis meses. O resultado: perderam 18% da sua gordura corporal. Os que seguiram uma dieta com a mesma quantidade de calorias e de proteínas, mas sem amêndoas, e com carboidratos complexos (como bolachas de trigo) perderam apenas 11%.

Como comer?

Ótimas para deixar na sua mesa para pequenos lanches ou picadas e adicionadas à iogurtes e/ou vitaminados.

4 – Chocolate

Quem resiste a um bom chocolate? O chocolate amargo – e outros alimentos ricos em antioxidantes – podem ajudar a evitar a acumulação de gordura nas células do corpo, precursor para doenças cardíacas e obesidade, segundo a nova pesquisa de Taiwan, publicada no Journal of Agriculture and Food Chemistry.

Como comer?

Derreta meia barra de chocolate escuro no microondas por 30 segundos e espalhe em frutas de sua preferência.

5 – Feijão branco

Eles são carregados de amido resistente, um poderoso queimador de gordura (meia xícara tem quase 10 gramas de amido resistente). Se você comer feijão branco com outros alimentos ricos em amido resistente, na mesma refeição, você pode queimar 25% mais gordura do que de outra forma, segundo pesquisadores da Universidade do Colorado, EUA.

Como comer?

Em saladas: com cebola, alho e azeite. Adicione duas latas de feijão escorrido, misture e sirva.

dra-daniela-jobst-nutricionista-funcional

Dra. Daniela Jobst é nutricionista e Pós Graduada em Nutrição Clínica Funcional e Bioquímica do Metabolismo pela VP/Consultoria Nutricional/Divisão de Ensino e Pesquisa, Especialista em Fisiologia do Exercício pela Escola Paulista de Medicina (UNIFESP), membro do Centro Brasileiro de Nutrição Funcional e do Instituto de Medicina Funcional dos EUA.
Atualmente atende em consultório particular em São Paulo.
Site: www.nutrijobst.com
Blog Widget by LinkWithin