Tag Archive for ‘cardíacas’

Nozes – Um alimento ideal para o lanche da tarde

Imagens SXC e Wikimedia Commons

nozes

Uma das horas mais difíceis de seguir na dieta, ao menos para mim, é a hora que bate aquela fome durante a tarde. Um dos alimentos que eu prefiro nesta hora são as nozes.

As nozes são ricas em proteínas, não possuem colesterol e possuem muitos nutrientes. Elas são o alimento vegetal que possui a maior quantidade de antioxidantes e apesar de possuírem um alto teor de gordura, as nozes possuem os melhores tipos de gordura que são a monoinsaturada ou poliinsaturada. Este tipo de gordura ajuda a combater o colesterol (LDL) e se você consumi-las regularmente, estará diminuindo o risco de doenças cardiovasculares.

Mas qual será a quantidade certa?

Um dos problemas que eu tenho com as nozes é de saber qual é a quantidade ideal, e sempre quando eu vejo uma matéria sobre este alimento a quantidade sugerida é a de um punhado.  O único problema é que eu sou um cara grande (1,83m) e o meu punhado cabe muita noz, principalmente quando estou com fome.

Depois de muito pesquisar na net, eu acabei encontrando em diversas matérias que a quantidade ideal é de 28 gramas, porém eu não tinha a minima ideia de quantas nozes cabem em 28 gramas.  Para saber a quantidade certa de nozes que cabe em 28 gramas eu achei um site bem interessante que se chama Nutrion Data e lá eu acabei encontrando a informação que eu queria e acabei montando uma pequena tabela com as principais informações de algumas nozes.

Tabelas

nozes-valor-nutricional1

castanha-do-para-valor-nutricional1

castanha-de-caju-valor-nutricional1

amendoas-valor-nutricional1

Tenha em mente que este quadro é um valor aproximado pois as nozes podem variar de peso.

Maçã: A fruta que cuida do nosso sangue

Imagem SXC

maca-mordida

Doenças causadas por má circulação são uma das principais causas de morte no País, porém podemos controlá-las por meio da nutrição funcional, em que ingerimos certos alimentos que podem auxiliar na prevenção de várias doenças, inclusive as cardiovasculares, e um deles é a maçã.

A maçã tem um alto poder antioxidante, ajuda na prevenção do colesterol, é rica em fibras (solúveis), vitamina C e compostos fenólicos.

As fibras influem muito na redução do colesterol, pois elas ajudam a diminuir a quantidade deste no intestino delgado e a absorção dos lipídeos, já os compostos fenólicos atuam na inibição da oxidação da LDL-C e da agregação plaquetária, o que nos protege da arteriosclerose.

Além de prevenir o colesterol, uma dieta que contém maçã, pode reduzir os riscos de doenças pulmonares, cardíacas, asma, diabetes e o desenvolvimento de câncer, além de ajudar a perder peso. Como já dizia Hipócrates: “Faça do seu alimento seu medicamento”.

dra-daniela-jobst-nutricionista-funcional

Dra. Daniela Jobst é nutricionista e Pós Graduada em Nutrição Clínica Funcional e Bioquímica do Metabolismo pela VP/Consultoria Nutricional/Divisão de Ensino e Pesquisa, Especialista em Fisiologia do Exercício pela Escola Paulista de Medicina (UNIFESP), membro do Centro Brasileiro de Nutrição Funcional e do Instituto de Medicina Funcional dos EUA.
Atualmente atende em consultório particular em São Paulo.
Site: www.nutrijobst.com

Crianças obesas podem ter a idade vascular de uma pessoa com 45 anos

Imagem MailOnline

crianca-tv

Uma matéria publicada no new york times sugere que crianças que estão acima do peso ou possuem alto colesterol apresentam sinais precoces de doenças cardíacas.

Um estudo feito pela Dra. Geetha Raghuveer professora do departamento de pediatria da Universidade do Missouri que foi apresentado no “American Heart Association” mostra que as artérias de crianças e adolescentes que são obesos ou que possuem um alto colesterol são similares as artérias de uma pessoa com 45 anos de idade.

O estudo ainda não foi publicado e apesar da amostra ter sido pequena com apenas 70 crianças de 6 a 19 anos, muitos especialistas consideraram que os métodos e os parâmetros utilizados para a pesquisa são cientificamente aprovados.

De acordo com a Dra. Raghuveer isto é um alerta vermelho, para o Dr. David Ludwig professor do departamento de pediatria da Universidade Harvard, com este estudo podemos concluir que a obesidade e suas complicações podem resultar em doenças cardiovasculares tornando-se uma doença pediátrica.

Se o seu filho(a) é obeso ou tem um alto colesterol agora é o momento de começar a fazer mudanças no estilo de vida deles pois o processo pode ser revertido de acordo com a Dra. Raghuveer:

Apesar das artérias destas crianças apresentarem as fases iniciais da arteriosclerose, elas não estão endurecidas ou calcificadas, realmente não são avançadas. Pode haver uma oportunidade para implementar alterações estilo de vida, seja o exercício, seja dieta, ou talvez até mesmo medicamentos. Talvez esta condição possa ser revertida.

Mas não pense que este é um problema só dos Estados Unidos. De acordo com esta matéria que publicamos em 5/7/2008 O Brasil pode alcançar os EUA na obesidade infantil

Fonte: the new york times

Blog Widget by LinkWithin