Tag Archive for ‘cirurgia’

Fausto Silva o Faustão do domingão fez cirurgia bariátrica

No último domingo Fausto Silva o Faustão no seu programa o Domingão do Faustão anunciou que fez a cirurgia bariátrica (redução do estômago) e que espera assim resolver alguns problemas de saúde como diabetes e pressão alta (hipertensão arterial).

Eu achei bem legal a decisão dele de falar no seu programa, pois hoje em dia todas estas revistas de fofoca que estão havidas para conseguir as últimas notícias das celebridades com certeza iriam espalhar inúmeros boatos sobre a sua saúde, especialmente quando ele começaria apresentar uma perda de peso significante.

Vale destacar que ele foi aconselhado por médicos a fazer a operação e que o objetivo desta foi por causa da sua saúde e não por estética como muitas pessoas pensam em fazer e chegam até a engordar alguns quilos para poderem fazer a operação.

No Brasil a diabetes está presente em aproximadamente 5% da população brasileira, enquanto a pressão alta afeta 30% da população adulta (18+), podendo chegar a mais de 50% na terceira idade.

Apesar de eu não ser muito fã de cirurgias de redução do estômago eu acho que quando você está correndo sérios riscos de saúde, eu acredito que a operação pode ser considerada como uma opção para você melhorar a sua saúde, porém fica o registro que a cirurgia não é a solução pois ela não resolve os verdadeiros problemas que é a falta de uma alimentação adequada, junto com exercícios físicos.

Porém eu não posso deixar de dar os parabéns ao Faustão por ter a coragem de anunciar o fato no seu programa, pois assim ele está evitando um monte de especulação e também pela seriedade como ele noticiou o fato, enfatizando que você deve estar muito bem psicologicamente para passar por uma operação como esta, o que eu acho que ele está corretíssimo, pois apesar de muitos falarem que é fácil perder peso com uma operação de estômago eu acredito que os pacientes devem ter muitos efeitos colaterais além da pessoa correr risco de vida, como no caso de Chiquinho Scarpa.

Cirurgia plástica no abdômen para ter uma barriga tanquinho

cirurgia-plastica-abdomen-barriga-tanquinho

Até onde, certas pessoas vão para ter um barriga tanquinho? Até que ponto vamos chegar com as cirurgias plásticas? Será que isto é necessário?  Uma coisa é você tirar o excesso de pele por ter perdido uma grande quantidade de gordura, acho que isso é até um prêmio para quem conseguiu lutar contra o excesso de peso e conseguiu vencer a batalha. Agora, fazer uma cirurgia plástica para ficar com uma barriga tanquinho eu acredito que já é demais.  Uma coisa eu vou te falar, eu não colocarias estas placas na minha barriga de jeito nenhum!

Cirurgia de redução de estômago quase mata Chiquinho Scarpa

chiquinho-scarpa-cirurgia-reducao-estomagoDepois de 3 meses em recuperação após uma cirurgia de redução de estômago Chiquinho Scarpa passa fazendo fisioterapia todos os dias em sua casa para recuperar-se das complicações que obteve após sofrer um rompimento no estômago devido ao excesso de líquido ingerido.

Vale destacar que ele tinha uma equipe médica com 12 profissionais e mesmo assim quase morreu!  Foram necessarias 5 cirurgias para limpar a infecção causada pelo líquido abdominal que causou uma paralisia no fígado, pulmão, rins e pâncreas.

Está certo que a causa de todos estes problemas não foi uma operação mal feita, porém é válido ressaltar que em toda operação você pode correr o risco de perder a sua vida, por isso é super importante que você recorra a este método como se fosse a última alternativa e não como se fosse a única alternativa como muitas pessoas estão fazendo, inclusive ganhando peso de propósito para poderem ser operadas de graça pelo nosso já precário sistema de saúde.

Se você tiver interessado em ler toda a entrevista do Chiquinho Scarpa na Isto É, é so clicar aqui.

Mãe gasta mais de 30.000 reais para se parecer mais como a… FILHA!!!

mae-filha-1

Quem não gostaria de se parecer como a minha filha? Pergunta Janet que tem 50 anos e é a mãe de Jane que tem 28 anos.

A maior parte da transformação começou quando ela se separou do seu último marido e mudou da Espanha para a Inglaterra para morar com a sua filha. “Foi muito duro e eu era como uma causa perdida” diz Janet. “Eu não sabia quem eu era e onde eu me encaixava. Eu não vivia na Inglaterra há tanto tempo que eu não tinha nenhum amigo aqui. Foi um momento terrível. Eu sabia que tinha que resolver a minha vida”

Para Jane, a filha, um jeito de animar a mãe foi levá-la para sair junto com as suas amigas mas isso não ajudou muito e na verdade só fez cair a sua auto-estima pois ela se dizia que parecia como um saco velho se comparada a sua filha e suas amigas.

Por tudo isso Janet resolveu dar uma revira volta em sua vida e decidiu seguir a mesma dieta da filha. Parou de comer “junk food”, trocou batatas e massas por frango grelhado e verduras, parou de beber vinho branco durante a semana e não comia mais entre as refeições.

Com todos estes ajustes ela perdeu 12,5 kg em 4 meses e passou a usar o mesmo tamanho de roupa da filha, mas só isto não foi suficiente para Janet e ela decidiu fazer plástica nos olhos e nariz, isso sem contar que anos atras, ela já tinha feito um implante de silicone nos seios.

Mais tarde foram os lábios que receberam uma série de injeções para ficarem mais carnudos e como um toque final ela fez um implante de mega hair. Tudo isso a um custo total de mais de 30.000 reais.

mae-filha-3 mae-filha-2
Antes Depois

Hoje ela e a filha vão a bares e são paqueradas por um bando de homens que pensam que elas são irmãs. Mas segundo Janet, “Esta transformação foi para a minha própria confiança e auto-estima. Eu não fiz isso para ter um homem, sou feliz por passar o tempo com minha filha e reviver a minha juventude, graças ao meu novo visual”.

Eu sei que muitos vão falar que é ridículo e vão meter o pau na mãe cinquentona, mas não podemos deixar de ver os pontos positivos que ela alcançou através da reeducação alimentar ao perder mais de 12 quilos.

Eu até acho um pouco estranho ela querer se parecer com a filha mas se ela se sente feliz assim eu fico contente por ela e hoje eu tenho certeza que ela é mais feliz do que antigamente.

Fonte: MailOnline

Gostou deste post? Leia também:

O estresse pode causar aumento no peso

Maus hábitos alimentares durante a gestação podem passar de mãe para filho

Uma travessia para a vida – Conheça a história de Paulo Maia

Mulher, se você quiser ficar magra, fique solteira

Apenas 1 em cada 100 pessoas conseguem perder peso através de uma dieta

Homem perde 73 kg em 6 meses com dieta de cebola e alho!!!

Eu perdi quase 55 quilos

Agora você não vai ter mais desculpas para não fazer exercícios :)

Se gostou deste post, assine o nosso RSS Feed
Ou receba as atualizações por Email
Me acompanhe pelo Twiter

Dia 16 de Abril – Dia da Dieta

Imagem SXCfita-metrica

Hoje eu fui informado pelo Guga do Blog Alagoas Real que este dia é o Dia da Dieta!  Vou admitir que não tinha a mínima idéia mas como eu tenho um blog que trata do assunto eu deveria saber.

Para não deixar em branco eu resolvi fazer uma pesquisa e colher alguns dados sobre a obesidade no Brasil.

A cirurgia bariátrica (diminuição do tamanho do estômago) aumentou 542% desde 2001 na rede de Sistema Único de Saúde (SUS)

  • 2001 – 497 procedimentos – A um custo de R$ 1,237 milhão para o SUS
  • 2008 – 3.195 procedimentos – A um custo de R$ 15,736 milhão para o SUS

Estados que fizeram o maior números de operações:

  • São Paulo – 1.068
  • Paraná – 954
  • Santa Catarina – 344

Relação Homens x Mulheres

  • Homens – 556
  • Mulheres – 2.639

Estima-se que o Brasil tenha 3,73 milhões de obesos mórbidos (IMC maior do 40kg/m²).

_____________________

Um levantamento divulgado pela Coordenadoria de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável (Cosans) da Prefeitura de Porto Alegre, mostra que há mais moradores de rua obesos do que desnutridos no município.

  • 78% estão dentro dos padrões normais de nutrição.
  • 15% estão obesos.
  • 4% estão desnutridos.

Número de refeições por dia:

  • 30% – afirmaram fazer três refeições diárias.
  • 21% – duas
  • 21% – uma
  • 18% – quatro
  • 4% – cinco
  • 2% – seis

_____________________

O estudo Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel), produzido pelo Ministério da Saúde e pela Universidade de São Paulo (USP), mostra que 43,3% da população estão com o peso acima dos níveis recomendados (sobrepeso) e 13% estão obesos.

Confira com outros anos:

  • 2007 – 12,9% dos brasileiros estavam obesos.
  • 2006 – 11,4%.

O Estudo Nacional de Despesa Familiar (ENDEF), de 1975, mostrava que 2,8% dos homens e 7,8% das mulheres eram obesos.

_____________________

Estudo da Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo, em parceria com o Centro de Estudos do Laboratório de Aptidão Física de São Caetano do Sul revela que os idosos são os que menos praticam atividades físicas entre os paulistas.

  • Idosos – 8,4% são totalmente sedentários e 29% são irregularmente ativos.
  • 14 aos 18 anos – 11,4% de sedentários e irregularmente ativos.
  • 19 a 29 anos – 18,3%.
  • 30 a 39 anos é a segunda com maior prevalência de sedentarismo ou prática de atividade física insatisfatória, sendo 21,2%.
  • 40 aos 49 – 18,2%.
  • Entre a população em geral, este índice é de 19,4%.

_____________________

De acordo com o estudo Vigilância e Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel)

  • Índice de pessoas que consomem carne com gordura caiu de 39,2% em 2006 para 33,8% em 2008
  • O consumo de frutas e hortaliças cinco dias na semana subiu 23,9% para 31,5%.
  • Quando a quantidade observada são os 400 gramas diários recomendados pela Organização Mundial de Saúde (OMS)o número de pessoas que alcançam o valor também subiu de 5,6% em 2006 para 15,7% em 2008.
  • 56,5% dos brasileiros tomam o leite integral (com gordura).
  • O consumo de leite gorduroso cai com a idade e com o aumento da escolaridade, mas sempre fica acima de 40% da população.
  • O consumo de refrigerantes também é alto, 27,8% da população ingere o produto regularmente.
  • Quando se trata de jovens entre 18 e 24 anos, o número sobe para 39%.

Fonte: Globo.com – G1, ABESO, Agência Brasil