Textos categorizados ‘comportamento’

Médicos fazem alerta sobre geração de obesos no país


De acordo com o IBGE, número de crianças acima do peso triplicou nos últimos anos.

A obesidade infantil é cada vez mais preocupante no Brasil. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o número de crianças e adolescentes acima do peso cresceu quase três vezes nos últimos anos. Em muitos casos, a obesidade infantil é conseqüência do comportamento dos pais frente ao prato de comida.

Alguns países já tratam a obesidade como epidemia. Há seis milhões de jovens com excesso de peso, segundo pesquisa do IBGE. Pesquisas mostram que a doença não poupa nem os pequenos. Segundo o Ministério da Saúde, 6,6% dos meninos e meninas de 0 a 5 anos de idade são considerados obesos.

Em muitas crianças, a obesidade começa a dar sinais antes das primeiras papinhas e colheradas. Os médicos chamam a atenção para bebês de até 1 ano que estão sendo superalimentados. Um dos maiores riscos está na gestação. Mães que engordam muito na gravidez podem ter bebês acima do peso.

Pesquisadora do Hospital das Clínicas de São Paulo, a endocrinologista Sandra Vilares acompanha centenas de adolescentes com dificuldades para emagrecer e alerta: a criança fofinha de hoje pode ser o gordinho de amanhã.

“Criança obesa por volta dos 7 anos tem 50% de chances de ser um adulto obeso, e o adolescente obeso tem 80% de chances de ser um adulto obeso”, afirma Sandra.

Nota do Blog

É notável que a obesidade cresce em níveis alarmantes entre as crianças no Brasil.  É impressionante como é grande a quantidade de alimentos industrializados e congelados disponíveis em nosso país.

Nós só vamos ver este quadro se inverter quando começarmos a voltar a comer como nossos pais comiam, ou seja, começar a fazer nossa comida, comer mais frutas, verduras e saladas.

Perdendo Peso com Estilo

Quem disse que você não pode perder peso com muito estilo?

De acordo com a Art de Toilette você pode sim, confira essas balanças.

Dietas Rápidas

GAP Retira Números XXG das Lojas

A loja de roupas GAP decidiu que a partir da primavera de 2008 suas lojas nos Estados Unidos não irão ter mais a opção XXG, de acordo com um comunicado da própria empresa.

Nós decidimos de não mais oferecer o número XXG nas lojas e oferecer mais unidades nos números médios e grandes, que são nossos tamanhos mais populares…A decisão é parte de nossos esforços para controlar o inventário.

Se você usa XXG e a GAP é a sua loja favorita, você ainda tem a opção para comprar online que ainda carrega os números XXG, porém de acordo com um porta voz da empresa, a GAP vai manter a sua decisão de não oferecer estes números em suas lojas.

No geral, a maioria dos nossos clientes apreciou o fato de que nós oferecemos mais números nos tamanhos médios ou grandes em nossas lojas.

Nota do Blog

Acreditamos que esta decisão é puramente econômica e nada tem a ver com o controle de estoques em suas lojas.

Afinal uma companhia que usa e abusa do trabalho barato em países como El Salvador para fabricar suas roupas, vai querer ter o máximo de lucro possível e como uma camisa XXG usa muito mais tecido do que uma média e ambas são vendidas ao mesmo preço, não temos dúvida do porque desta decisão.


 

Agosto 2008
S T Q Q S S D
     
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

alexa