Textos categorizados ‘estilo’

Uma travessia para a vida

Há onze anos, eu tinha acabado de ter o meu filho, o Jorge, tinha uma pizzaria recém-inaugurada, indo de vento em popa. Fumava um cigarro atrás do outro, ficava acordado de madrugada e dormia pela manhã. Achava que tinha sete vidas, como um gato. De repente, meu coração deu sinais de que não agüentaria a vida sedentária e nem um pouco saudável. Tenho amigos que passaram pelo mesmo problema e, em vez de reagir, se entregaram, aceitaram o grito de socorro do coração como uma mensagem de que estavam velhos. Eu, não! Como num filme, revi minha vida até onde a memória consciente alcançou e decidi mudar radicalmente meu estilo de vida. Se não fizesse isso, certamente não teria mais vida para mudar. Larguei tudo aquilo que me fazia mal, começando pelo cigarro, e retomei o esporte da minha adolescência, a natação, até porque me sobravam poucas alternativas. Tenho problema na articulação do joelho, que me dificulta a prática de outros esportes.

Hoje, 30 quilos mais magro e visilvelmente mais saudável, me sinto mais jovem do que há dez anos atrás. E pronto para atingir o ponto mais alto da natação, que é o Canal da Mancha. Tenho nadado todos os dias de manhã e à tarde, tenho acompanhamento de nutricionista e de médicos. Mas a força maior para cruzar o Canal não vem desses profissionais, por melhor que eles sejam, e os que me assistem são muito competentes. A energia vem de dentro. Quando nadamos longos percursos, nos sentimos sós. O técnico e a equipe de apoio seguem num barco próximo, mas você não conversa com ninguém. A natação de longa distância é um mergulho em direção aos lugares mais escondidos da nossa alma. Enquanto damos as braçadas, conversamos conosco mesmos. Tem gente que não agüenta e desiste. Felizmente, aprecio esses momentos de solidão. E sei que saio das águas melhor do que entrei e fico feliz quando sei que melhorei o meu tempo. Não importa o tempo que os outros fizeram. Na natação, como na vida, o adversário mais duro está dentro de você. É esse adversário que você tem que vencer.

Nota do blog

Esta é parte da coluna escrita por Paulo Maia em 14 de maio de 2007. Em 22 de setembro ele consegui realizar o seu desejo e completou a travessia do Canal da Mancha. Ele completou a travessia de 32 km em 13h49min, que para min é um feito inacreditável.

Veja a sua descrição do esforço que é para realizar esta façanha: “Nas primeiras cinco horas, você se pergunta o que está fazendo ali. Da quinta à décima hora, você fica deprimido e sentindo cada pontada de dor. Daí por diante, você está entregue.”…”…até o final foi uma agonia, porque as dores nos ombros eram terríveis e as correntes, cada vez mais fortes.”

Porém não é isto que me fez colocar este post no blog mas a sua luta para mudar os seus hábitos e estilo de vida. Muitas vezes temos que nos deparar com situações complicadas em nossas vidas para nos fazer refletir e mudar, com Maia não foi diferente.

Aos 40 anos ele sofreu um enfarte e isto o fez repensar a sua vida por completo. Tenho certeza que não foi fácil, pois mudar o seu estilo de vida que era de uma pessoa sedentária desde os 20 anos e fumante de dois maços de cigarro por dia, não acredito que foi de um dia para outro.

Para finalizar deixo a resposta que Paulo Maia deu em uma entrevista explicando o porque de se submeter a este desafio.

“…certa noite, ao me entrevistar, a jornalista Mônica Bérgamo me perguntou: por que, aos 50 anos, você quer fazer essa travessia? Não seria melhor ficar tranqüilo, no seu canto, cuidando dos seus negócios?…eu quero mostrar que a vida não começa aos 40, como se dizia, mas aos 50, aos 60, aos 70. A vida começa todos os dias, não importa a idade. Quando nasce o sol, lá estamos nós, com essa carcaça que carregaremos até não sei quando, sendo convidados a fazer novos planos, a costurar idéias, a nos impor desafios. Isto é dizer ao mundo: tenho 50 anos e estou mais vivo do que ontem. Com licença, eu vou à luta. E que luta é essa? É a luta para superar seus limites. Dá uma satisfação danada viver nessa perspectiva.”

E você, esta esperando o que para mudar o seu estilo de vida? Um enfarte?

Fonte: Morumbi.Net

Perdendo Peso com Estilo

Quem disse que você não pode perder peso com muito estilo?

De acordo com a Art de Toilette você pode sim, confira essas balanças.

Gostou deste post? Leia também:

Saiba quantas calorias você pode queimar com 30 minutos de sexo

Sem $$$ pro Viagra? Coma Melancia

Acabou de Fazer Exercícios? Beba uma Cerveja para Hidratar

Você se acha em forma? Então veja este vídeo

Seis minutos de exercício mantêm a forma, diz estudo

Se gostou deste post, assine o nosso RSS Feed


 

Agosto 2008
S T Q Q S S D
     
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

alexa