Tag Archive for ‘habitos’

Colesterol: Saiba como evitar

colesterolImagem Kauê Turcati

A melhor forma de controlar o colesterol é manter hábitos saudáveis, como dieta balanceada, rica em frutas, legumes e verduras; praticar atividade física, o que ajuda a aumentar o colesterol bom e reduzir o ruim; não fumar porque o fumo reduz o colesterol bom; e pessoas com antecedentes familiares, ou seja, cujos parentes têm histórico de colesterol elevado, devem buscar orientação médica e controlar o nível de gordura no sangue o mais cedo possível, o que pode até ser na infância.

Perigo

O colesterol elevado, especialmente a fração ruim, LDL, está relacionado ao surgimento de doenças nas artérias e ao desenvolvimento de aterosclerose que, em geral, leva à obstrução das artérias e consequentemente a outros problemas graves, como Infarto e Acidente Vascular Cerebral. O importante é lembrar que o entupimento das artérias pode ocorrer em qualquer parte do organismo e, portanto, pode comprometer a irrigação sanguínea de vários órgãos, como os rins.

Idade

O aumento do colesterol não está relacionado à idade, mas sim aos hábitos de vida, como má alimentação, sedentarismo e tabagismo, e a aspectos genéticos. Hoje, sabe-se que muitas crianças têm colesterol elevado em função de maus hábitos, como alimentação à base de fast food, e sedentarismo na frente do computador, ou da televisão. Quanto mais jovem a pessoa apresenta colesterol elevado, mais jovem desenvolve doenças nas artérias.

Alimentação

A alimentação de quem tem colesterol elevado deve ser rica em carnes brancas, frango e peixes, em especial, os de água fria, como bacalhau, truta e sardinha. Também deve ser rica em frutas, verduras e legumes. As frutas secas, como avelã e nozes, também são uma boa opção, mas é preciso tomar cuidado porque são calóricas. Estudos provam que os flavonóides contidos em vinhos de boa qualidade ajudam a reduzir o colesterol ruim, mas é preciso tomar cuidado com a quantidade consumida. A soja também tem mostrado bons resultados no aumento do bom colesterol e na redução do ruim.

Pessoas com colesterol elevado devem evitar gordura saturada, encontrada em carnes vermelhas, nos embutidos, pele de aves, frutos do mar (camarão, lula, ostra, lagosta, polvo e marisco), gema de ovo, frios, leite integral e derivados, biscoitos amanteigados, folhados, sorvetes cremosos e chantilly. Nos casos comprovados de problema metabólico, além destes cuidados, é necessária a administração de medicamentos, que somente o médico pode receitar.

Fonte: ABN News

Frases e Poemas na Web - Um pouco de cultura todo dia.

Jovens comem pior que adultos

Pesquisa Datafolha aponta que jovens entre 16 e 25 anos têm os piores hábitos alimentares da população paulistana. Entre os motivos estão a maior exposição à publicidade e a valorização de um estilo de vida que gasta pouco tempo com a alimentação, segundo especialistas.

São os jovens os que mais consomem enlatados, salgadinhos, chocolates e outros alimentos industrializados não recomendados. São eles, também, os que menos comem alimentos saudáveis.

Segundo o professor de nutrologia da Unifesp José Augusto Taddei, esses alimentos estão substituindo hábitos mais saudáveis típicos do brasileiro, como o uso de frutas, verduras, legumes e grãos.

O consumo desses e de outros alimentos recomendados, como peixe e leite, é mais frequente entre a população com 56 anos ou mais. “Eles formaram seus hábitos lá atrás, com menos influência da publicidade”, diz Taddei.

O nutricionista da USP Daniel Bandoni também vê uma tendência de supervalorizar produtos industrializados. “A juventude tem sido bombardeada com propagandas desses alimentos.” Para Bandoni, existe uma migração de jovens e adultos para um estilo de vida mais passivo, que valoriza mais a praticidade do que a saúde. “Não se perde tempo para cozinhar, mas se perde pra ver TV.

Ele aponta possíveis desvantagens no consumo do alimento comprado pronto, como a perda do controle do processo de produção: não é possível, por exemplo, escolher a quantidade de gordura e sal. Para Bandoni, os novos hábitos aumentam as chances de desenvolvimento de colesterol alto e doenças como obesidade e hipertensão.

Arroz, feijão e peixe

Já o consumo diário de arroz e feijão pela maioria dos paulistanos foi visto como um dos resultados positivos da pesquisa. “É um consumo democrático”, diz Taddei. Ele ainda ressalta que a combinação é saudável e típica da cultura do brasileiro.

O peixe, por outro lado, foi apontado pela pesquisa como um dos alimentos menos democráticos na cidade. A pesquisa mostra que só 3% da população da cidade come peixe todos os dias. Bandoni diz que o dado é preocupante se comparado ao do consumo de linguiça, salsicha e salame.

Considerada por nutricionistas essencial para o crescimento e importante para o aprendizado, a primeira refeição do dia é rejeitada por 36% dos jovens. A falta de tempo ou a vontade de dormir mais são apontados por especialistas como os principais motivos para esse comportamento.

Fonte: Jornal Agora

5 desculpas que não colam mais

flat_stomach-2

Você está sempre adiando para começar a comer uma alimentação mais saudável? Você sempre espera até segunda-feira para começar uma dieta, ou até que todas as estrelas estejam alinhadas para começar com o pé direito?

É sempre fácil de achar desculpas para começar uma dieta ou para mudar os seus hábitos alimentares e começar a comer uma alimentação mais saudável. Mas em muitas vezes estas razões são de fato apenas desculpas. Tome estas cinco, por exemplo:

1. Eu tenho uma festa em duas semanas, e depois vou entrar em férias. Por isso eu vou começar a dieta depois…

Se você comer de forma sensata e saudável por duas semanas, você vai estar em melhor estado de espírito para fazer uma boa escolha sobre as comidas e bebidas na festa. Mesmo que você ganhe um pouco de peso nas férias, não passe as 2 semanas de antecedência para ganhar peso também!

2. Eu não tenho nenhuma força de vontade. Se há petiscos na casa, eu vou comê-los.

Todos nós temos força de vontade, e ela fica mais forte na medida em que você vai praticando. Se você encontrar dificuldades para obter uma auto-disciplina, basta tirar todos os salgadinhos e doces para fora da casa ou pelo menos colocá-los em algum lugar inconveniente. Isto torna muito mais difícil a sucumbir ao impulso!

3. Eu não tenho dinheiro para comprar comida saudável.

Vamos lá, você sabe que isto não é verdade. Você não precisa pagar caro para comprar alimentos dietéticos, faça uma escolha sensata e compre os alimentos básicos como carne magra, frutas e verduras. Se tiver que economizar basta parar de comprar aquele salgadinho, cafezinho, chocolate, refrigerante ou qualquer outro tipo de alimento que você sabe que não é essencial para sua dieta.

4. Eu não posso cozinhar ou não tenho tempo para cozinhar, por isso eu sempre como fora, e nunca há uma opção saudável.

Essa é simples, aprenda a cozinhar! Compre um livro com receitas fáceis de fazer e que sejam simples e saudáveis, como um molho à base de tomate. Não é muito difícil não, e muitos pratos levam apenas alguns minutos para se preparar. Se o tempo é realmente um problema, tente fazer grandes refeições que possam ser congeladas em porções individuais.

5. Eu fui gordo toda a minha vida, e eu não acho que eu posso mudar.

Não importa por quanto tempo você foi gordo, você sempre pode conseguir mudar os seus hábitos alimentares. De um passo de cada vez, e não sonhe com resultados instantâneos. Tenha como objetivo de adquirir um novo hábito saudável por semana, como parar de beber refrigerantes ou de comer a quantidade necessária de frutas ou legumes por dia.

Agora é a sua vez, qual é a sua desculpa favorita? Se você conseguiu superar um vício antigo, como o fez? Deixe a sua dica nos comentários, com certeza vai ajudar outras pessoas.

Fonte: Dietblog

Bons hábitos alimentares dos pais tem pouca influência para os filhos

Imagem Wong Mei Teng

habitos-alimentares-pais-filhos

Um novo estudo publicado no jornal Social Science and Medicine mostrou de certa forma até surpreendente para os pesquisadores que os hábitos alimentares dos pais tem pouca influência nos hábitos alimentares do filhos.

O estudo foi liderado pela Dra. Youfa Wang e contou com a participação de 1061 pais, 1230 mães, 1370 filhos e 1322 filhas.

Pontos Interessantes

O estudo sugere que outros fatores, tais como amigos e televisão podem ter mais influências sobre o que as crianças comem.

O consumo alimentar foi avaliado e comparado à dieta baseada em uma pontuação do USDA. Uma pontuação perfeita é de 100 pontos, e leva em consideração o consumo de frutas, legumes, cereais integrais, lacticínios, carne, feijão, óleo, gordura saturada e sódio.

A pontuação média dos pais e das crianças era de cerca de 48 a 50, bem abaixo da pontuação acima de 80, que o USDA considera uma boa dieta.

Apenas 10 por cento dos americanos tem uma pontuação superior a 80 em 2000.

De acordo com Wang, as variações na dieta das crianças que poderia ser explicado pela influência dos seus pais foi inferior a 10 por cento. 90 por cento da variação da dieta das crianças foi explicada por outros factores.

Algumas Conclusões

Existe um grande problema na sociedade de hoje em que os dois pais necessitam trabalhar para sustentar a família, além de que existe uma grande parte de famílias monoparentais, consequentemente, havendo uma menor influência sobre as crianças.

Ao olhar o que substitui os pais como influências – mídia, escola e amigos – não é de admirar que os hábitos alimentares das crianças não são exemplares.

Soluções

Influência dos pais só pode começar quando os pais começarem a passar mais tempo com seus filhos.

Quando os pais comprometem-se a um estilo de vida mais saudável, é uma questão não só de dar o exemplo, mas também deles reforçarem do porque fizeram esta escolha.

Envolver as crianças na cozinha, escolhendo frutas e verduras e dar explicações simples sobre o motivo do por que os seus corpos gostam mais desses tipos de alimentos.

É importante de não impor demais uma alimentação saudável ou seja, não controlar ou proibir junk food. Isso pode causar uma revolta a alimentação saudável.

No final das contas, tudo o que podemos fazer é de ser um modelo e guia, e educar os nossos filhos sobre uma vida saudável da melhor maneira que pudermos.

Quais são os seus pensamentos? Como você tenta influenciar os seus filhos a comerem alimentos saudáveis?

Fonte: dietblog

Desafio Blog da Dieta – Pegue o seu selo

Hoje estamos criando o Desafio Blog da Dieta. O que é este desafio? Nós encorajamos a você desafiar a você mesmo para uma mudança de hábitos e atitudes e consequentemente atingir o seu peso ideal e poder aproveitar melhor a vida com muita saúde.  Você pode conferir que eu já coloquei o meu ao lado.

Como vai funcionar isto? É muito fácil, é só você pegar algum selo que está localizado nesta página e colocar no seu blog/site.

Como eu faço para colocar o selo? É só você copiar o código que esta abaixo do selo que você deseja colocar no seu blog/site. Veja o exemplo abaixo:
codigo-1

Tenha certeza que você copiou todo o código, para conferir é só arrastar a barrinha azul para a direita.
codigo-2

Depois que você colocou o selo envie um e-mail para o Blog da Dieta mail com o título Desafio Blog da Dieta e toda sexta-feira nós vamos publicar aqui no blog todos os novos participantes. Você pode enviar uma foto e/ou contar um pouco sobre você e explicar o motivo que fez você tomar a sua decisão mas se você não quiser fazer isso tudo bem, a gente pode só colocar um link para o seu blog/site.

Agora deixe essa preguiça de lado e entre neste desafio com a gente e pegue o seu selo.

Selo-final-10

Blog Widget by LinkWithin